PARAÍSO: PORQUE SERÁ AQUI NA TERRA? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

PARAÍSO: PORQUE SERÁ AQUI NA TERRA?

PARAÍSO
Definição: Na versão grega dos Setenta, da Bíblia, os tradutores usaram apropriadamente o termo “paraíso” (pa·rá·dei·sos) com referência ao jardim do Éden, porque era evidentemente um parque cercado. Depois do relato de Gênesis, os textos bíblicos que falam de paraíso referem-se:
(1) ao próprio jardim do Éden,  
(2) à terra como um todo, quando for transformada no futuro numa condição semelhante à do Éden,
(3) a condições espirituais prósperas existentes entre os servos de Deus na terra, ou (4) a provisões no céu que fazem lembrar o Éden.

Será que o “Novo Testamento” faz referência a um futuro paraíso terrestre, ou isso se acha só no “Velho Testamento”?
Dividir a Bíblia em duas partes e julgar o valor das declarações, dependendo de se estão no “Velho” ou no “Novo Testamento”, não é bíblico. Diz-se-nos em 2 Timóteo 3:16: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa para ensinar, para repreender, para endireitar as coisas.” Romanos 15:4 refere-se às inspiradas Escrituras pré-cristãs, ao dizer: “Todas as coisas escritas outrora foram escritas para a nossa instrução.” Portanto, a resposta certa a essa pergunta tem de levar em consideração a Bíblia inteira.
Gênesis 2:8 declara: “Jeová Deus plantou um jardim [“parque”, Mo; “paraíso”, So, Fi; pa·rá·dei·son, LXX] no Éden, do lado do oriente, e ali pôs o homem [Adão] que havia formado.” Havia uma abundância variada e fascinante de vida vegetal e animal. Jeová abençoou o primeiro casal humano e disse a este: “Sede fecundos e tornai-vos muitos, e enchei a terra, e sujeitai-a, e tende em sujeição os peixes do mar, e as criaturas voadoras dos céus, e toda criatura vivente que se move na terra.” (Gên. 1:28) O propósito original de Deus para toda a terra ser um paraíso povoado pelos que com apreço obedecem às suas leis não deixará de se cumprir. (Isa. 45:18; 55:10, 11)
Por isso, Jesus disse: “Felizes os de temperamento brando, porque herdarão a terra.” Essa é também a razão pela qual ele ensinou seus discípulos a orar: “Nosso Pai nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. Realize-se a tua vontade, como no céu, assim também na terra.” (Mat. 5:5; 6:9, 10) Em harmonia com isso, Efésios 1:9-11 explica o propósito de Deus de “ajuntar novamente todas as coisas no Cristo, as coisas nos céus e as coisas na terra”. Hebreus 2:5 faz menção da “vindoura terra habitada”. Revelação 5:10 menciona os que, quais co-herdeiros com Cristo, “reinarão sobre a terra”.
Apocalipse21:1-5 e 22:1, 2 acrescentam deleitosas descrições das condições que existirão na “nova terra”, que fazem a pessoa lembrar o Paraíso original no Éden com sua árvore da vida. — Gên. 2:9.

Adicionalmente, Jesus usou a expressão grega pa·rá·dei·sos ao referir-se ao futuro Paraíso terrestre. “Ele lhe disse [a um malfeitor que foi pregado na estaca ao lado de Jesus e que expressou fé no vindouro reino de Jesus]: ‘Deveras, eu te digo hoje: Estarás comigo no Paraíso.’” — Luc. 23:43.

Como podemos ter certeza do que Jesus queria dizer com Paraíso na sua declaração ao malfeitor, em Lucas 23:43?
Tratava-se de uma morada temporária para as ‘almas dos justos falecidos’, uma parte do Hades?
Qual é a origem desse conceito? The New International Dictionary of New Testament Theology declara: “Com a infiltração da doutrina g[rega] da imortalidade da alma, o paraíso se torna o lugar de morada dos justos durante o estado intermediário.” (Grand Rapids, Mich., EUA; 1976, editado por Colin Brown, Vol. 2, p. 761) Era comum entre os judeus quando Jesus estava na terra esse conceito não-bíblico? O Dictionary of the Bible de Hastings indica que isso é duvidoso. — (Edimburgo, Escócia, 1905), Vol. III, pp. 669, 670.
Mesmo que tal conceito fosse comum entre os judeus do primeiro século, será que Jesus o apoiaria com a sua promessa ao malfeitor arrependido? Jesus havia condenado vigorosamente os fariseus e escribas judeus por ensinarem tradições que se conflitavam com a Palavra de Deus. — Mat. 15:3-9; veja também o tópico geral “Alma”.
Jesus foi de fato ao Hades quando morreu, conforme indica Atos 2:30, 31. (O apóstolo Pedro, ao fazer ali alusão ao Salmo 16:10, é citado usando Hades como equivalente a Seol.) Mas a Bíblia em parte alguma diz que Seol/Hades ou alguma parte dele seja um paraíso que proporciona prazer à pessoa. Antes, Eclesiastes 9:5, 10 diz que os que estão ali “não estão cônscios de absolutamente nada”.

Era o Paraíso de Lucas 23:43 o céu ou alguma parte do céu?
A Bíblia não concorda com o conceito de que Jesus e o malfeitor tenham ido para o céu no dia em que Jesus lhe falou. Jesus havia predito que, após ser morto, não ressuscitaria senão no terceiro dia. (Luc. 9:22) Durante esse período de três dias ele não estava no céu, pois após a sua ressurreição ele disse a Maria Madalena: “Ainda não ascendi para junto do Pai.” (João 20:17) Foi 40 dias após a ressurreição de Jesus que seus discípulos o viram elevar-se da terra e desaparecer da vista deles ao começar a ascender aos céus. — Atos 1:3, 6-11.
O malfeitor não preencheu os requisitos para ir para o céu mesmo numa época posterior. Ele não ‘nasceu de novo’ — não tendo sido nem batizado na água nem gerado pelo espírito de Deus. O espírito santo não foi derramado sobre os discípulos de Jesus senão 50 dias após a morte do malfeitor. (João 3:3, 5; Atos 2:1-4) No dia de sua morte, Jesus havia feito com ‘os que ficaram com ele nas suas provações’ um pacto para um reino celestial. O malfeitor não tinha tais antecedentes de fidelidade e não foi incluído. — Luc. 22:28-30.

O que indica que esse Paraíso é terrestre?
As Escrituras Hebraicas nunca levaram os judeus fiéis a esperar a recompensa de vida celestial. Essas Escrituras indicavam a restauração do Paraíso aqui na terra. Daniel 7:13, 14 predissera que, quando fossem dados o “domínio, e dignidade, e um reino”, ao Messias, ‘todos os povos, grupos nacionais e línguas o serviriam’. Esses súditos do Reino estariam aqui na terra. Pelo que disse a Jesus, o malfeitor estava evidentemente expressando a esperança de que Jesus se lembraria dele quando chegasse esse tempo.
Como estaria, então, Jesus com o malfeitor? Ressuscitando-o dentre os mortos, fazendo provisões para as suas necessidades físicas e estendendo-lhe a oportunidade de aprender os requisitos de Jeová para a vida eterna, e de harmonizar-se com esses. (João 5:28, 29) Jesus viu na atitude arrependida e respeitosa do malfeitor uma base para incluí-lo entre os bilhões que serão ressuscitados para a vida terrestre e que terão a oportunidade de se provarem dignos de viver para sempre no Paraíso.

Quando estará o malfeitor no Paraíso?
A pontuação usada pelo tradutor influi no entendimento de Lucas 23:43. Não havia pontuação nos manuscritos gregos originais da Bíblia. The Encyclopedia Americana (1956, Vol. XXIII, p. 16) diz: “Não há nenhuma tentativa aparente de pontuação nos mais antigos manuscritos e inscrições dos gregos.” Não foi senão no nono século EC que tal pontuação passou a ser usada. Deve Lucas 23:43 rezar: “Em verdade te digo, hoje estarás comigo no paraíso” (CBC), ou ‘Em verdade te digo hoje: Estarás comigo no paraíso’? Os ensinamentos de Cristo e o resto da Bíblia precisam ser a base para se determinar isso, e não uma vírgula inserida no texto séculos depois de Jesus dizer essas palavras.
The Emphasised Bible, traduzida por J. B. Rotherham, concorda com a pontuação usada na Tradução do Novo Mundo, também a versão Trinitária (ed. 1883) em português, que reza: “Na verdade te digo hoje, que serás comigo no Paraíso.” Numa nota ao pé da página sobre Lucas 23:43, o tradutor bíblico alemão, L. Reinhardt, diz: “A pontuação atualmente usada [pela maioria dos tradutores] neste versículo é indubitavelmente falsa e contraditória com o inteiro modo de pensar de Cristo e do malfeitor. . . . [Cristo] certamente não entendia que o paraíso fosse uma subdivisão do domínio dos mortos, mas, ao contrário, a restauração de um paraíso na terra.”

Quando é que Jesus ‘entraria no seu reino’ e cumpriria o propósito de seu Pai de fazer da terra um paraíso? O livro de Apocalipse, escrito cerca de 63 anos depois de terem sido feitas as declarações registradas em Lucas 23:42, 43, indica que esses eventos ainda ocorrerão no futuro.

GRANDE MULTIDÃO NO CÉU OU NA TERRA?
“É por isso que estão diante do trono de Deus; e prestam-lhe serviço sagrado, dia e noite, no seu templo; e O que está sentado no trono estenderá sobre eles a sua tenda”. Apoc. 7:15.
Prestou atenção na leitura de Apocalipse 7:9-16? O que Viu?
O TRONO DE JEOVÁ no céu.
OS ANJOS ao “redor” do Trono
OS 24 ANCIÃOS ao “redor” do Trono.
O CORDEIRO ao “redor’ do Trono.
GRANDE MULTIDÃO “diante” do Trono.
O SENTADO NO TRONO “estender” sua “Tenda” o Grande Templo espiritual no céu, para beneficiar a Terra (Pátios terrestres). Apoc. 7:15; 21:2,3.
A  CIDADE SANTA “descer” do Céu para a Terra abençoando-a. Apoc. 21:2,3.
OS POVOS NO MILÊNIO estarão "diante do trono" (no Céu), mas morando aqui na Terra. Apoc. 20:12;
ESTAR DIANTE não é necessário estar ao lado, ao redor, próximo, significa literalmente “à vista de”! Gal. 3:11.

O PLANETA TERRA SERÁ ETERNO?
Deus só criou APENAS um planeta Terra. Gên. 1:1,2 e este PLANETA SERÁ ETERNO.
"UMA GERAÇÃO VAI E A OUTRA VEM MAS, A TERRA PERMANECE PARA SEMPRE. Ecl. 1:4.
A palavra "TERRA" tem vários sentidos e significados:
1- Planeta. Gên. 1:1,2,17
2- Solo cultivável. Sal. 72:16
3- Povo (s) Gên. 11:1.
4- Região, país.  Gên. 11:31; 26:2.
5- Habitantes de um lugar. Gen. 12:1; 24:62

Em virtude destes vários significados de "terra", quando queremos interpretar um determinado texto, precisamos ver o contexto, caso contrário poderemos até fazer Deus se tornar mentiroso.
Um Exemplo clássico disto é 2 Pedro 3:5-13. VEJAMOS:
"Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade "existiram os céus, e a terra" (DEIXARAM DE EXISTIR), que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
Pelas quais coisas pereceu o "MUNDO" (PESSOAS INÍQUAS) de então, coberto com as águas do dilúvio,
Mas, os céus e a terra que agora existem (OS GOVERNANTES E POVOS ATUAIS)  pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos HOMENS ÍMPIOS .
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual OS CÉUS PASSARÃO com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, E A TERRA, e as OBRAS QUE NELA HÁ , (ATITUDES DOS POVOS INÍQUOS) se queimarão. (Não se pode queimar literalmente obras malignas dos iníquos, compare com 2 Pedro 3:11).  
Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,
Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos NOVOS CÉUS E NOVA TERRA, em que habita a justiça. 2 Pedro 3:5-13, Trad. Almeida Fiel.

CONCLUSÃO: DEUS nunca criará outros céus e outros planetas terra. Sal. 104:5, Is. 45:18.
No ato da criação dos Céus e da Terra DEUS DISSE: EIS QUE ERA TUDO MUITO BOM! POR ACASO O MUITO BOM SE TORNOU RUIM? Gên. 1:31.
Então, por que o termo "nova terra"? Será um novo planeta Terra? Ou um novo povo dentro do mesmo planeta Terra debaixo de novos governantes? Apoc. 21:1,2. Deus jamais disse que criaria três planetas Terra e três Céus.  Veja o contexto de tudo acima.

PERGUNTA DE LEITOR
01- Os salvos passarão pela Grande Tribulação ou serão arrebatados antes dela?
RESPOSTA: Jesus afirmou claramente: Na grande tribulação ELE, salvará duas classes de pessoas. A primeira classe: arrebatamento dos Escolhidos em espírito. 1 Cor; 15:50; A segunda classe são as pessoas que serão salvas em carne e osso para saírem da grande tribulação e herdarem a Terra. Mat. 24:21,22,31; Prov. 2:21,22.
Em Apocalipse capítulo 7:1-4; 9-15 encontramos duas classes DISTINTAS de pessoas de salvas.
Veja o modelo profético de tabernáculo. São duas classes distintas de Pessoas a serem salvas:
A sacerdotal e o povo. Só a classe sacerdotal entra para o interior da cortina rasgada, com caminho livre para o céu ilustrando que HOJE que somente os 144.000 reis e sacerdotes serão arrebatados. Heb. 3:1; 10:1; 19-22.

O Povo dos átrios (pátios) NÃO eram são autorizados entrar no cômodo santo e muito menos no cômodo santo dos santos (santíssimo), e quando entravam morriam, simbolizando HOJE, a salvação da grande multidão na Terra. (classe beneficiada pela classe sacerdotal, a noiva de Cristo, na Nova Jerusalém). Heb. 9:7

Esse modelo profético do Tabernáculo simboliza também que a MEDIAÇÃO DE DEUS É SOMENTE FEITA PELO SUMO SACERDOTE JESUS com a classe  SACERDOTAL hoje os 144.000, os sub sacerdotes. E classe SACERDOTAL beneficiaria a Classe dos átrios (pátios),hoje a Grande Multidão. Apoc. 7:9,10. É por isso que Jesus é mediador de um novo pacto só com os 144.000 ungidos.


*02- Indica o texto de Mateus  8:11 que Abraão herdará o Reino nos céus* ?
*Mateus 8:11*  "Mas eu lhes digo que muitos virão do leste e do oeste e *se recostarão à mesa com Abraão, Isaque e Jacó, no Reino dos céus* ,"
Onde será que Abraão colocará sua mesa de alimentos no céu ou na terra? Onde o versículo acima quis dizer? No Reino "NOS" céus, ou no Reino "DOS" céus?

A Bíblia promete que todos antepassados de Jesus serão ressuscitados aqui na TERRA  se tornarão príncipes. Veja: "Seus filhos, ó rei, [Jesus] ocuparão o lugar dos seus antepassados [Abraão, Isaque, Jacó e outros].  O senhor [Jesus] os designará *como príncipes em toda a TERRA*. Salmos 45:16

Jesus se referiu aos príncipes como os futuros administradores terrestres representantes da Nova Jerusalém celestial  no arraial da nova Jerusalém aqui na terra.  Apoc. 20:9
O arraial ou acampamento dos santos, (OU ÁTRIO DA NOVA JERUSALÉM, representa o reino MILENAR aqui na Terra. Apoc. 20:9
Portanto, nenhum antepassado do Rei celestial Jesus irá para o Céu. Serão príncipes e não Reis e sacerdotes celestiais. Apoc. 5:9,10.


ARGUMENTOS CONTRA O PARAÍSO NA TERRA
01- A Bíblia em nenhum lugar chama a Terra de Paraíso?
RESPOSTA: A primeira menção de "paraíso" na bíblia está em Gênesis 2:7-15:" “O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra, e inspirou no seu rosto um sopro de vida, e o homem tornou-se alma vivente. Ora, o Senhor Deus tinha plantado, desde o princípio, um paraíso de delícias, no qual pôs o homem que tinha formado. E o Senhor Deus tinha produzido da terra toda a casta de árvores formosas à vista, e de frutos doces para comer; e a árvore da vida no meio do paraíso, e a árvore da ciência do bem e do mal. Deste lugar de delícias saía um rio para regar o paraíso, o qual dali se divide em quatro braços. . . . Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e colocou-o no paraíso de delícias, para que o cultivasse e guardasse.” VERSÃO SOARES.

Assim foi que no século três antes da Era Cristã, os hebreus que começaram a traduzir suas Escrituras Hebraicas sagradas e inspiradas para o grego usaram a palavra grega Parádeisos ou paraíso ao traduzirem a palavra hebraica gan. Os homens que traduziram a Bíblia para o latim usaram a palavra latina paradisus.

02- Por que a Bíblia menciona dois (2) Paraísos distintos?
RESPOSTA: São dois "paraísos" distintos: O PARAÍSO terrestre que se destina aos súditos do Reino de Deus e o PARAÍSO celestial que é herdado apenas pela classe de Reis e sacerdotes comprados da Terra" e governarão com Cristo a Terra habitada.  Gên. 2:7-15; 2 Cor. 12:1-4; Apoc. 2:7; Apoc. 5:,9,10; 14-1-4; 20:6. Dan. 7:18,27.

03- Prova o Texto "Enquanto a "Terra" Durar, que o planeta Terra não seria eterno? Gên. 8:22.
RESPOSTA:  Leia o Texto novamente: Por todos os dias que a terra durar, ela nunca deixará de ter semeadura e colheita, frio e calor, verão e inverno, dia e noite.”
Quantos dias que a Terra vai durar? A bíblia responde: "Uma geração vai e outra vem, mas "A TERRA PERMANECE PARA SEMPRE". Ecles. 1:4. Então o que Gêneses 8:22 enfatiza? Que as estações climáticas nunca vão deixar de existir para o plantio de alimentos propiciando a sobrevivência do homem na Terra. Veja outra construção similar: "Tema o Rei enquanto o sol e a lua durar...exista paz até que não exista mais lua". Será que um dia a Lua e o Sol vão ser destruídos? Sal. 72:5,7. Isto é demonstração que profeticamente no Reino de Cristo, Jesus será eterno e a paz do seu reino não terá fim. Caso contrário como seria?

04- O Planeta Terra está sob maldição devido Pecado de Adão? Gên. 3:17
RESPOSTA: "E a Adão ele disse: “Visto que você escutou a voz da sua esposa e comeu da árvore a respeito da qual lhe dei a ordem: ‘Não coma dela’, maldito é o solo por sua causa. Em dor você comerá dos produtos dele todos os dias da sua vida. Pare e pense, "terra" neste contexto é solo cultivável. Portanto Deus amaldiçoou o SOLO por simplesmente retirar a fertilidade do solo e permitiu também que brotassem pragas e ervas daninhas.

05- O que Jesus quis dizer: "A terra e o céu passarão"? Mat. 24:35
RESPOSTA: O que Jesus quis dizer com as palavras "Céu e terra passarão, mas as minhas palavras de modo algum passarão"? No primeiro século, Jeová estava julgando o povo judeu. Os arrependidos, que passaram a exercer fé na provisão misericordiosa de Jeová por meio de Cristo, foram salvos da “grande tribulação”. (66-70 DC) Exatamente conforme as palavras de Jesus, tudo o que fora profetizado aconteceu, e então deixaram de existir “céu e terra” do sistema judaico de coisas — a nação inteira, com seus líderes religiosos e a sociedade iníqua de pessoas. Jeová havia executado a sentença! — Mateus 24:35; note 2 Pedro 3:7.

06- Hebreus 1:11 a Bíblia diz que a Terra desaparecerá?
RESPOSTA:O Salmo 102:25-27 enfatiza a eternidade e a imperecibilidade de Deus, ao passo que a sua criação física dos céus e da terra é perecível, quer dizer, poderia ser destruída — se fosse do propósito de Deus. Dessemelhante da existência eterna de Deus, a permanência de qualquer parte da sua criação física não é independente. Conforme se vê na terra, a criação física tem de passar por um contínuo processo de renovação, se há de perdurar ou reter sua forma existente. Que os céus físicos dependem da vontade e do poder sustentador de Deus é indicado no Salmo 148, onde, depois de se referir ao sol, à lua e às estrelas, junto com outras partes da criação de Deus, o versículo 6  declara que Deus “os mantém estabelecidos para sempre, por tempo indefinido. Deu um regulamento, e este não passará”

As palavras do Salmo 102:23-26,28 aplicam-se a Jeová Deus, mas o apóstolo Paulo as cita com referência a Jesus Cristo. Isto se dá porque o Filho unigênito de Deus era o Agente pessoal de Deus usado na criação do universo físico. Paulo contrasta a permanência do Filho com a da criação física, a qual Deus, se intencionasse isso, poderia ‘enrolar assim como a uma capa’ e pôr de lado. — He 1:1, 2, 8, 10-12; compare isso com 1Pe 2:3.
Tanto isto é verdade que Hebreus 1:11, não menciona somente a criação Terra, mas os Céus também. Será que ficaremos sem a criação de Deus os CÉUS E TERRA? Ecl. 1:4.

07- Será que 2 Pedro 3:5-13 fala que nosso Planeta irá ser destruído?
RESPOSTA: NOVOS CÉUS E NOVA TERRA: DO QUE SE TRATAM?

08- Como a Bíblia se auto explica em Apocalipse 21:1-6, que o céu, a terra e o mar não existem mais?
RESPOSTA: No Reino milenar não há mais lugar para governo humano (céu), não existe mais esta atual sociedade humana (terra) com falsa sensação de estabilidade religiosa olhos de Deus; também não há lugar para humanidade revoltada (mar).
E visível que no próprio texto, que o céu, a terra e o mar, deram lugar para a Nova Jerusalém (novos céus ou novos governantes)  que desce do céu para morar com a humanidade salva para o milênio. (Nova Terra). A terra  e o mar literais existirão depois do ARMAGEDOM NO FINAL DO MILÊNIO . Apoc. 20:13

09- Por que Paulo em Filipenses 3:20,21, fala que a "nossa cidade" está nos céus com um corpo glorioso?
RESPOSTA: Quem não sabe que esta cidade é a Jerusalém Celestial? Heb. 12:22,23. São os 144.000 comprados da Terra a Noiva de Cristo, a Nova Jerusalém, O reino de Deus. Aliás não existe nenhuma carta de Paulo dirigida diretamente aos governados. Todavia, todas cartas foram escritas para os governadores (santos do supremo) que morarão na Nova Jerusalém. Fil. 1:1.

10- Por que Apocalipse 21:4, Deus promete que na Nova Terra e nos Novos Céus não haverá mais morte e em Isaías 65:17-23 diz que haverá morte?  
RESPOSTA: “Não haverá mais ali um bebê que viva apenas uns poucos dias, Nem idosos que não vivam todos os seus dias; Pois quem morrer com cem anos será considerado jovem, E o pecador será amaldiçoado, mesmo que tenha cem anos. Isaías 65:20. Trad. N.M  
"Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais tristeza, nem choro, nem dor. As coisas anteriores já passaram.” Apocalipse 21:4 Trad. N.M

Ambos os textos se aplicam na mesma profecia. Então por que, uma aparente contradição com relação a morte?
a)- Lembre-se que Isaías capítulo 65 teve seu cumprimento INICIAL para a nação de Israel repatriada. Formaram-se Novos Céus e Nova Terra: “Eis que crio novos céus e uma nova terra; e não haverá recordação das coisas anteriores, nem subirão ao coração; Is.65:17-19
b)- Os judeus ganharam o que poderia ser chamado de um novo sistema de coisas. Havia um novo corpo governante. Zorobabel, descendente do Rei Davi, era governador, e Josué era sumo sacerdote. (Ageu 1:1, 12; 2:21; Zacarias 6:11) Estes constituíam os “novos céus”. Por cima de quê? Os “novos céus” estavam por cima de “uma nova terra”, a purificada sociedade de pessoas que estava de volta na sua terra para reconstruir Jerusalém e seu templo para a adoração de Jeová.
c)- Esta profecia no seu cumprimento FINAL seria nos novos céus e nova terra milenar. 2 Pedro 3:13.
d)- No Reino Milenar não haverá mais morte Adâmica. Apoc. 21:4. Porém, toda humanidade, a Nova Terra, se desobedecer nos novos abertos no Reino milenar,  poderá ser destruída e não ser inserida no livro da vida. Apocalipse nos informa que no final do Reino de Cristo, Satanás será solto e causar tropeço para milhões de pessoas. Estes desobedientes serão destruídos pelo fogo do céu. Apoc 20:7-10,12-14.

11- Esta Terra durará somente até o final do Reino milenar de Cristo? Apocalipse 20:7-9
RESPOSTA: Mito. "Uma geração vai e outra vem, mas "A TERRA PERMANECE PARA SEMPRE". Ecles. 1:4. Se a Terra fosse mesmo destruída, o lago de fogo também seria destruído, pois o Lago de fogo fosse REAL e eterno, jamais seria no Céu.  

12- Em Apocalipse 20:11, o que são a terra e os céus que fugiram da Presença de Deus?
RESPOSTA: “E eu vi um grande trono branco e o que estava sentado nele. De diante dele fugiam a terra e o céu, e não se achou lugar para eles.” (Apocalipse 20:11) O que é esse “grande trono branco”? Não pode ser outro senão o tribunal de “Deus, o Juiz de todos”. (Hebreus 12:23) Ele julgará agora a humanidade quanto a quem será beneficiado pelo sacrifício resgatador de Jesus. — Marcos 10:45.

O trono de Deus é “grande”, enfatizando a grandiosidade de Jeová como Soberano Senhor, e é “branco”, o que traz à atenção sua impecável justiça. Ele é o derradeiro Juiz da humanidade. (Salmo 19:7-11; Isaías 33:22; 51:5, 8) Todavia, delegou a obra de julgar a Jesus Cristo: “O Pai não julga a ninguém, mas tem confiado todo o julgamento ao Filho.” (João 5:22) Jesus é acompanhado por seus 144.000 associados, sendo que “foi-lhes dado poder para julgar . . . por mil anos”. (Apocalipse 20:4) Mesmo assim, é pelas normas de Jeová que se decidirá o que acontecerá a cada indivíduo durante o Dia de Julgamento.

Em que sentido “fugiam a terra e o céu”? Trata-se do mesmo céu que se afastou como um rolo por ocasião da abertura do sexto selo — os poderes governantes, humanos, que “estão sendo guardados para o fogo e estão sendo reservados para o dia do julgamento e da destruição dos homens ímpios”. (Apocalipse 6:14; 2 Pedro 3:7) A terra é o sistema organizado que existe sob essa governança. (Apocalipse 8:7) A destruição da fera e dos reis da Terra, e dos seus exércitos, junto com os que tinham recebido a marca da fera e os que prestavam adoração à sua imagem, assinala a fuga desses céu e terra.

13- Qual a Diferença do Paraíso Terrestre e o Paraíso celeste? Gên.2:8; Apoc. 2:7.
RESPOSTA: Vide pergunta N. 1 e 2.

14- A "arvore da vida" que está no paraíso celestial de Deus esparramada ao redor das margens do rio, fornecerá alimento para curar que nações? Da Terra ou do Céu? Apoc 22:1-5
RESPOSTA: Note que a águas vitalizadoras da vida fluem no trono celestial de Jeová, passam pela Nova Jerusalém e beneficiam as nações. Que nações, da Terra ou do Céu? Observe que a Luz da Nova Jerusalém (a cidade) abençoará as nações da TERRA. Apoc. 21:24-26. Então as nações terráqueas serão curadas (para a vida eterna) pelas águas,  frutos e folhagens das árvores (ungidos), Apoc. 22:1-3.

15- Salmo 37:11,29, Deus está prometendo dar um terra eternamente somente ao povo de ISRAEL?  O Povo de Israel como Nação será salvo?
RESPOSTA: O ISRAEL CARNAL - Quando a nação de Israel não aceitou a oportunidade final que Deus lhe deu para ganhar a sua aprovação e para se tornar reino de sacerdotes, ele a rejeitou. Êx. 19:5,6. Os israelitas não podiam mais reivindicar certo favor como povo escolhido de Deus. Falharam em cumprir o acordo nacional feito no Monte Sinai. Êx. 19:5,6. Falharam em manter imaculada a adoração de Deus, mas permitiram que as tradições humanas e as filosofias humanas a corrompessem. Não aceitaram Aquele que Deus prometera enviar, mas rejeitaram- no em favor de César e provocaram a sua morte violenta. Por estas razões foram eliminados de ser a nação santa de Deus. Sua casa material de adoração foi abandonada por Deus, assim como Jesus disse:

“Jerusalém, Jerusalém! que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta.” – Mat. 23:37, 38, ARA.

A prova de ela ficar deserta veio com a destruição de Jerusalém em 70 E.C., tempo em que o templo foi destruído pela última vez. A adoração de Jeová não podia mais ser realizada no lugar que ele escolhera e da maneira especificada no pacto da lei. Adriano, imperador romano, dedicou em 136 E. C. um templo a Júpiter Capitolino no local do templo, e depois, em 691 E. C., ‘Abd-Al-Malik construiu naquele lugar uma mesquita muçulmana. Esta mesquita, o Zimbório da Rocha, ergue-se ainda ali.

O ISRAEL ESPIRITUAL
Deus tem dado seu favor a uma nova nação, composta, não de israelitas carnais, mas de israelitas espirituais. Estes manifestam a fé que Abraão teve e que o Israel carnal não demonstra. São os verdadeiros “filhos de Abrãao” e eles têm mais direito às promessas feitas a Abraão do que os homens que se referem aos laços carnais com aquele patriarca. “Porém, não é como se a palavra de Deus tivesse falhado. Pois nem todos os que descendem de Israel são realmente ‘Israel’. Nem são eles todos filhos por serem a semente de Abraão, mas: ‘O que será chamado de “tua semente” há de vir por meio de Isaac.’ Isto é, os filhos na carne não são realmente os filhos de Deus, mas os filhos pela promessa são contados como a semente.” (Rom. 9:6-8, NM) Isto significa que os judeus naturais não podem indicar as relações carnais com Abraão em prova de que são a semente de Abraão. Lembre-se que Ismael era filho de Abraão segundo a carne, contudo foi rejeitado. Assim, requer-se mais do que laços carnais e circuncisão carnal. Tem de haver fé e uma circuncisão do coração.

16- Quando se cumprirá um será "levado" o outro será "deixado"? Mat. 24:40.
RESPOSTA: "Dois homens estarão então no campo; um será levado e o outro será abandonado". Neste contexto Jesus profetiza o que irá acontecer um pouco antes do final da Grande tribulação. Ninguém tem dúvidas que este texto se aplica ao arrebatamento do restante ungido (semente restante na Terra) antes do Armagedom. Isto por que, estes escolhidos (eleitos) participarão no Armagedom junto com Jesus e os anjos. Primeiro Deus faz o casamento Bodas do cordeiro e depois o envia com a noiva completa para executar todos iníquos no Armagedem) Apoc.19: 7-9; 17-21.  Os justos saíram da grande tribulação e do armagedom intactos para o Reino milenar. Apoc. 7:14. Veja a pergunta seguinte. (19).

17- Em que sentido os da Grande Multidão "saem" ou "vieram" salvos da grande Tribulação e para onde? Apoc. 7:14.
RESPOSTA: Assim, eu lhe disse imediatamente: “Meu senhor, é o senhor quem sabe.” Ele me disse: “Esses são os que saem da grande tribulação; eles lavaram suas vestes compridas e as embranqueceram no sangue do Cordeiro.
A GRANDE MULTIDÃO incontável, JUSTA no sangue do Cordeiro, "SAE" da Grande tribulação para o Reino Milenar de Cristo na Nova Terra. Estará diante do trono de Deus servindo dia e noite nos ÁTRIOS ou pátios terrestre do Grande Templo Espiritual. (Terra) Apoc. 7:14,15.

18- O planeta Terra será destruído após o final do Reinado de Cristo de mil anos?
RESPOSTA: Apocalipse Capítulos 20,21, e 22 não mencionam de forma alguma o fim da existência ou da destruição do Planeta Terra.  Muito pelo contrário, nos mostram que a Terra permancerá por toda eternidade. Observe os seguintes versículos:
"E ele me mostrou um rio de água da vida, límpido como cristal, que saía do trono de Deus e do Cordeiro (trono no Céu)  e fluía pelo meio da rua principal da cidade (Nova Jerusalém). Dos dois lados do rio havia árvores da vida, que produziam 12 safras de frutos e davam seus frutos todo mês. As folhas das árvores eram para a cura das nações. (Nações terráqueas súditas). Veja Ez.47:12.
 Não haverá mais nenhuma maldição. Mas o trono de Deus e do Cordeiro estará na cidade, Nova Jerusalem Celestial) e os seus escravos (os Ungidos) lhe prestarão serviço sagrado;  eles verão a sua face, e o seu nome estará na testa deles. Também não haverá mais noite, e eles não terão necessidade de luz de lâmpada, nem de luz do sol, pois Jeová Deus lançará luz sobre eles, e eles (os ungidos e Jesus) reinarão para todo o sempre". (Reinarão sobre a Terra, Apoc. 5:9,10). Apoc. 22:1-5 NM.

Note que a águas vitalizadoras da vida fluem no Trono celestial de Jeová, passam pela Nova Jerusalém e beneficiam as Nações. (Nações são os povos, que a Nova Jerusalém reina sobre eles). Que nações, da Terra ou do Céu? Observe que a Luz da Nova Jerusalém (a cidade) abençoará as nações da TERRA. Apoc. 21:24-26. Então as nações terráqueas serão curadas (para a vida eterna) pelas águas,  frutos e folhagens das árvores (ungidos), Apoc. 22:1-3.

19- O SONHO de Paulo de estar no paraíso celestial, o terceiro céu para onde ele foi arrebatado ou levado em espírito, era REAL ou SIMBÓLICO? Que dizer da visão celestial do Ap. João em Apocalipse?
RESPOSTA: O paraíso que Paulo foi arrebatado é simbólico. Foi VISÃO em sonho! O terceiro céu simboliza o mais alto grau de espiritualidade e conhecimento do futuro. Observe que Paulo disse: Não tenho certeza! Pelo contexto podemos perceber que se trata dum privilégio que humanos não poderiam ter. Ou seja conhecer fatos espirituais celestiais que ocorreriam no futuro. 2 Cor. 12:1-5. Quanto as visões celestiais de João são todas vistas e nos transmitidas em sinais e símbolos.

20- Será que o PARAÍSO CELESTIAL, o lugar onde está a árvore da vida a nova Jerusalém anula o PARAÍSO TERRESTRE DE DEUS? "E darei de comer da árvore da vida que está no meio do PARAÍSO DE DEUS". Apoc. 22:1-5.
RESPOSTA: Note no PARAÍSO CELESTIAL não tem árvores, rios, folhas, frutos, peixes, animais, templos, Etc, LITERAIS. As profecias da restauração do PARAÍSO TERRESTRE indicam que todas as coisas serão literais. Isaías 11:1-9;  Apoc. 22:1-5.

21- Diz a bíblia que a "TERRA" LITERAL "se reserva como tesouro para o fogo no dia do juízo e da perdição dos homens ímpios? E que a terra e as obras que nelas há se queimarão, havendo pois de perecer todas estas coisas?"  Todas estas coisas SÃO APLICADAS aos homens ímpios ou ao planeta Terra? 2 Ped. 3:7-10,13
RESPOSTA: A Terra que espera a destruição com fogo não é o planeta Terra. São as pessoas iníquas. Note que quando Jeová julgar a "TERRA" haverá justiça. Que "terra" Jeová julgara através de Jesus? A base do que Jeová julgará "TERRA" ? Sal. 96:13   
Observe que a Terra (o planeta) não está em "perdição" e a terra não obra coisas más.
No dia do juízo, Deus não julgará planeta Terra e sim os povos a serem destruídos e suas obras más. 2 Ped. 3:7-10,13.  

Certa profecia da restauração do Paraíso Terrestre literal diz: " Mas julgará com justiça aos pobres, e repreenderá com eqüidade aos mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará ao ímpio" Isaías 11:4, ALMEIDA FIEL.
Que "TERRA" Deus "ferirá"?

CONCLUSÃO 3: A IDEIA DE DEUS MORAR NUM PARAÍSO ÚNICO JUNTO COM A HUMANIDADE SALVA É UMA UTOPIA. SAL 115:16

144.000 - TODOS ELES VIRÃO NO ARMAGEDOM SALVAR A G. MULTIDÃO?
Esta é a maior prova que a GRANDE MULTIDÃO não irá para o céu: Todos 144.000, a NOIVA de Cristo está completa e arrebatada salva no ceú,  logo no ínicio da Grande Tribulação.

No final da Grande tribulação (período desconhecido) os 144.000 "vêm" para a Salvação dos demais humanos salvos que não vão para o céu mas sairão da Grande Tribulação ilesos: JEOVÁ, JESUS, OS ANJOS FIÉIS, E OS 144.000. Sal. 110:5,6; Mat: 25:31-33; Rom. 16:20; Apoc. 17:14.


CONCLUSÃO FINAL: Alguém frustrará o propósito original de Jeová Deus para com a Terra? Ecls. 1:4. Paraíso terrestre, Jardim do Éden. Jardim "cercado", mas que deveria se expandir na terra inteira! Gên. 1:28.
Este paraíso terrestre deveria ser restaurado nos dias do reinado de Cristo. Ez. 21:25-27, 28:13; 31:9,19; 34:23-25; 36:35,35. Dan 2:44; Mat. 6:10; Apoc. 5:9,10; 6:2; 11:15; 21:,3,4.

MATÉRIAS ADICIONAIS











Voltar para o conteúdo