JESUS: É ME DADO TODO O PODER NO CÉU E TERRA. - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

JESUS: É ME DADO TODO O PODER NO CÉU E TERRA.

Depois da sua ressurreição, Jesus informou a seus discípulos: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra”, mostrando assim que ele encabeça um governo de expressão universal. (Mt 28:18)
O apóstolo Paulo tornou claro que o Pai de Jesus ‘não deixou nada que não ficasse sujeito [a Jesus]’, com a evidente exceção ‘daquele que lhe sujeitou todas as coisas’, isto é, Jeová, o Deus Soberano. (1Co 15:27; He 1:1-14; 2:8)

O “nome” de Jesus Cristo, portanto, é mais excelente do que o dos anjos de Deus, no sentido de que seu nome abrange ou representa a ampla autoridade executiva que Jeová lhe concedeu. (He 1:3, 4)
Apenas aqueles que voluntariamente reconhecem este “nome” e se curvam diante dele, sujeitando-se à autoridade que ele representa, obterão a vida eterna. (At 4:12; Ef 1:19-23; Fil 2:9-11)
Precisam, com sinceridade e sem hipocrisia, harmonizar-se com as normas que Jesus exemplificou, e, com fé, obedecer às ordens que ele deu. — Mt 7:21-23; Ro 1:5; 1Jo 3:23.

E hoje, depois de dezenove séculos, ainda há muito poder nestas palavras, pois são as palavras duma Autoridade que nenhuma criatura no céu ou na terra se atreveu a desafiar ou a desconsiderar. “Toda a autoridade no céu e na terra” lhe foi dada pelo Deus Todo-poderoso, que é a Fonte divina de toda a autoridade. Ele é o Pai celestial de Jesus Cristo e é Aquele que o ressuscitou dentre os mortos à vida imortal num plano espiritual de existência.

Jesus Cristo é o Filho de Deus, agora numa relação nova e mais elevada com o Pai celestial, em virtude desta ressurreição dentre os mortos. O ressuscitado Jesus Cristo entrou com o valor do seu sacrifício humano perfeito na própria presença do Deus Altíssimo e Todo-poderoso, seu Pai celestial. Apresentou-lhe o valor ou mérito de seu sacrifício humano a favor de toda a humanidade, viva e morta. Para apoiar ou dar força a “toda a autoridade” que Deus lhe dera, Jesus Cristo recebeu também o “espírito santo”, aquela força ativa invisível de Deus, para usá-la e derramá-la sobre os seus discípulos.

Jesus Cristo é uma pessoa histórica, não um mito, e ele nunca renunciou à sua autoridade nem a cedeu a qualquer homem ou grupo de homens hoje na terra. Ele ainda a tem hoje em dia, e ela está sendo posta em vigor hoje mais do que nunca. Para assegurar isto aos seus discípulos, ele secundou a sua ordem de autoridade por dizer: “E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas.” (Mat. 28:20) Este sistema de coisas ainda está presente hoje, mas nós nos encontramos de modo bem evidente no período de sua terminação.

A autoridade interminável, sobre-humana e universal, de que o ressuscitado Jesus Cristo foi revestido, devia fazer todos os que zombam dele pausar para refletir; devia fazer que todos os que dizem: “O cristianismo é hoje moribundo, e nós somos mais populares e mais importantes do que Cristo”, pausem e façam a avaliação correta de Cristo, o Filho celestial de Deus. Devia induzir também a todos os que hoje são seus discípulos genuínos e verdadeiros a tomar mais a sério a ordem que lhes deu, de modo que a execução de sua ordem se torne a maior coisa na vida deles, assim como foi na vida dos discípulos do primeiro século. A compreensão e o reconhecimento da autoridade atrás da ordem de Cristo devia estimulá-los a nunca deixarem de executá-la até que venha o fim derradeiro desta “terminação do sistema de coisas”. Eles o têm consigo “todos os dias”, até que isso ocorra. Por isso têm o seu apoio.

DIFERENÇA ENTRE PODER E AUTORIDADE
Autoridade: Direito de ordenar, de decidir, de se fazer obedecer
Poder: O poder é a capacidade de realizar ações, a aptidão de realizar coisas, de trabalhar; também, autoridade ou influência em resultado de dotações ou cargo. A palavra hebraica kó·ahh é traduzida “poder”; gevu·ráh, “potência”; e ʽoz, “força”. O grego dý·na·mis é traduzido tanto por “poder” como por “obras poderosas”, conforme o contexto torna apropriado.


Alguns questionam que  se Jeová concedeu todo poder a Jesus, argumentam o que sobrou para Jeová? Pare e pense: O PODER de Deus não tem limites, é infinito, senão Ele não seria Deus, ficaria fraco e cansado e não poderia mais ajudar ninguém, nem ele mesmo! Ademais Mateus 28:18, trata-se de AUTORIDADE e não PODER. Isaías 40:28-31

PORTANTO, JESUS NUNCA SERÁ O "TODO" PODEROSO.
Neste texto em questão (Mat. 28:18) o que foi dado a Jesus não foi "TODO PODER", mas "TODA AUTORIDADE", consulte várias traduções. "Então, Jesus aproximou-se deles e disse: "Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra". Mateus 28:18,Trad. NVI

QUESTIONAMENTOS DE LEITORES
01- Essa TODA "autoridade" recebida por Jesus ainda na Terra, (Mat.28:18), poderia ser exercida imediatamente daí para frente?  Com o que Jeová presenteou  Jesus para que ele pudesse começar a exercer essa TODA autoridade no céu e na Terra?  
É verdade que Jesus na Terra, ainda não tinha recebido o Reino de Seu Pai. Luc 19:11,12. Também é certo que, Jesus logo ao chegar no céu, começou um Reino restrito, apenas aos cristãos ungidos os co-herdeiros com ele no seu Reino. Col. 1:13; Rom. 8:17.

Todavia para que Jesus pudesse exercer TODA autoridade no céu e na terra, Jesus precisaria ser empossado e coroado Rei no Reino de Deus. Observe Apocalipse 12:9,10: "E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele. Então, ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e o poder, e o reino do nosso Deus, e a autoridade do seu Cristo; porque já foi lançado fora o acusador de nossos irmãos, o qual diante do nosso Deus os acusava dia e noite. Apocalipse 12:9,10. Veja Também, Apocalipse 11:15.

Não restam dúvidas, Jesus só exerceria sua autoridade plena, entronizado e coroado Rei no Céu. Fatos comprovam que o diabo foi lançado para a Terra em 1914.
Apoc. 6:2-4; 11:15; 12:9,10,12.

O QUE JESUS NÃO PODE FAZER SEM O ESPÍRITO SANTO DE JEOVÁ?
01- Ser criado no céu filho unigênito. Tudo que Jeová cria é através de seu espírito santo. Gên. 1:2; Apoc. 3:14; Jó 33: 4; Jó 26:13;  Sal: 33:6; Sal 104:30
02- Ajudar na criação de Tudo. Jó 33: 4; Jó 26:13; Sal. 33:6; Sal. 104:30
03- Ser gerado homem na terra: Luc. 1:32-35
04- Fazer todas curas, milagres, etc . Isaías 61:1,2,3;  Luc. 5:17
05- Ser o  Messias ou o Cristo. Luc. 3:16,17
06 - Formar a congregação de ungidos. Marcos 1:8; Rom 8:16.
07- Expandir a congregação no primeiro século.  Atos 16:6,7; Filipenses 1:19
08- Ser  ressuscitado  sem o espírito santo  de Jeová. Rom. 8:11
09- Receber a revelações de de Jeová. Apoc. 1:1; 3:1.
10- Ser o governante da terra no novo mundo. Isaías 11:1-3.

SABE EXPLICAR?
Prostrar não é dobrar joelhos e nem adorar.  Mat 4:9; 2 Reis 1:13, 1 Reis 18:7, 2 Reis 4:37, 1 Reis 1:23,31, 53, 2 Samuel 19:18, Etc.
Honrar também não é adorar.1 Pedro 2:17, Rom. 13:7.
Receber glória não é receber adoração. Heb. 2:10, 1 Pedro 1:21,24;  5:1.
Receber poder não é receber adoração. Atos 6:8
Estar tudo sujeito à Jesus não é ADORAÇÃO. 1 Cor.15:24-28.
Por que Jesus foi adorador de Jeová na Terra mesmo já ressuscitado? João 4:22; 20:17, Apoc. 3:12.
Por que Jesus no céu foi rebaixado à ARCANJO? Apoc. 12:7-9.
Por que Jesus não está num trono com todas criaturas lá no céu diante dele? (Só Jeová)
Por que Jesus está diante (ao meio) do trono de Jeová juntamente com as demais criaturas? Apoc.5:6.

CONCLUSÃO:  Mesmo Jesus recebendo todo poder (autoridade) no Céu, O CORDEIRO nunca disse que tinha o mesmo poder do seu Pai no céu.  Pelo contrário, Jesus já no céu, afirmou categoricamente  que seu Pai é O TODO PEDOROSO. Apoc. 19:15

MATÉRIA ADICIONAL




Voltar para o conteúdo