JESUS: DEUS BENDITO ETERNAMENTE, AMEM? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

JESUS: DEUS BENDITO ETERNAMENTE, AMEM?

Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém. Rom. 9:5. ALA
Será isto verdadeiro? Veja adiante outra tradução:

ROMANOS 9:5, “deles são os patriarcas e deles nasceu Cristo segundo a condição humana, que está acima de tudo. Deus seja bendito para sempre. Amém. Vide. Trad. Pastoral, online.

Ro 9:5 — Gr.: καὶ ἐξ ὧν χριστὸς τὸ κατὰ σάρκα, ὁ ὢν ἐπὶ πάντων, θεὸς εὐλογητὸς εἰς τοὺς αἰῶνας· ἀμήν
(kai ex hon ho khri·stós to ka·tá sár·ka, ho on e·pí pán·ton, The·ós eu·lo·ge·tós eis tous ai·ó·nas; a·mén)
1934
“e dos quais, por descendência física, veio o Cristo. Deus, que é sobre todos, seja bendito por todas as eras! Amém.”
The Riverside New Testament, Boston e Nova Iorque.
1952
“e da sua raça, segundo a carne, é o Cristo. Deus, que é sobre todos, seja bendito para sempre. Amém.”
Revised Standard Version, Nova Iorque.
1961
“e deles, na descendência natural, procedeu o Messias. Que Deus, o supremo sobre todos, seja bendito para sempre! Amém.”
The New English Bible, Oxford e Cambridge, Inglaterra.
1963
“e de quem procedeu Cristo segundo a carne: Deus, que é sobre todos, seja bendito para sempre. Amém.”
Tradução do Novo Mundo das Escrituras Gregas Cristãs, Brooklyn, Nova Iorque.
1966
“e Cristo, como ser humano, pertence à sua raça. Que Deus, que governa sobre todos, seja louvado para sempre! Amém.”
Today’s English Version, American Bible Society, Nova Iorque.
1970
“e deles veio o Messias (falo de suas origens humanas). Bendito para sempre seja Deus, que é sobre todos! Amém.”
The New American Bible, Nova Iorque e Londres.
1982
“e deles é o Cristo segundo a carne. O Deus que está acima de tudo seja bendito pelos séculos! Amém.”
Bíblia Sagrada, Editora Vozes Ltda., Petrópolis, RJ.

Estas traduções tomam ὁ ὢν (ho on) como o começo duma sentença ou cláusula independente referindo-se a Deus e proferindo uma bênção sobre ele pelas provisões que fez. Aqui e no Sal 67:19 LXX ocorre o predicativo εὐλογητός (eu·lo·ge·tós, “bendito”) depois do sujeito θεός (The·ós, “Deus”). — Veja Sal 68:19 n.

G. B. Winer, na sua obra A Grammar of the Idiom of the New Testament, sétima edição, Andover, EUA, 1897, p. 551, diz que “quando o sujeito constitui a noção principal, especialmente quando é antitético para com outro sujeito, o predicado pode e deve ser colocado depois dele, cf. Sal lxvii. 20 Sept [Sal 67:19 LXX].
E assim, em Rom. ix. 5, se as palavras ὁ ὢν ἐπὶ πάντων θεὸς εὐλογητός etc. [ho on e·pí pán·ton The·ós eu·lo·ge·tós etc.] se referem a Deus, a posição das palavras é bem apropriada e até mesmo indispensável.”

Um estudo detalhado da construção de Ro 9:5 é encontrado em The Authorship of the Fourth Gospel and Other Critical Essays, de Ezra Abbot, Boston, 1888, pp. 332-438. Nas pp. 345, 346 e 432 ele diz: “Mas aqui, ὁ ὢν [ho on] é separado de ὁ χριστός [ho khri·stós] por τὸ κατὰ σάρκα [to ka·tá sár·ka], que na leitura precisa ser seguido por uma pausa, — uma pausa que se prolonga pela ênfase especial dada a κατὰ σάρκα [ka·tá sár·ka] pelo τὸ [to]; e a sentença precedente é gramaticalmente completa em si mesma, e, pela lógica, não requer nada mais; porque era apenas quanto à carne que Jesus procedeu dos judeus.

Por outro lado, como já vimos (p. 334), a enumeração de bênçãos que vem logo antes, coroada pela inestimável bênção do advento de Cristo, naturalmente sugere a atribuição de louvor e agradecimento a Deus, como o Ser que governa sobre todos; embora também o ᾿Αμήν [A·mén] no fim da sentença sugira uma doxologia.

De todos os pontos de vista, portanto, a construção doxológica parece fácil e natural. . . . A naturalidade duma pausa após σάρκα [sár·ka] é adicionalmente indicada pelo fato de que encontramos um ponto após esta palavra em todos os nossos mais antigos MSS. que atestam neste caso, — a saber, A, B, C, L. . . . Posso agora mencionar, além dos unciais A, B, C, L, . . . pelo menos vinte e seis cursivos que têm um ponto após σάρκα, assim como têm em geral depois de αἰῶνας [ai·ó·nas] ou ᾿Αμήν [A·mén].”

Portanto, Ro 9:5 atribui louvor e agradecimento a Deus. Este texto não identifica Jesus Cristo como Deus eternamente.




Voltar para o conteúdo