JEOVÁ É O NOME DE DEUS NO VT E NT? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

JEOVÁ É O NOME DE DEUS NO VT E NT?

URGENTE: MANUSCRITO DE LUCAS EM HEBRAICO CONSTA O TETRAGRAMA

NOME DE DEUS NO VT E NT, TRANSLITERADO PARA O PORTUGUÊS:  
1- CONSOANTES:>> יהוה, "YHWH"  >>  "JHVH".  (7.000 vezes).
2- VOGAIS:  VEJA no nome de Jesus ..Yehoh·shú·aʽ>, "Jeová é salvação"
3- ENTÃO  J e H o V a H. Viu as vogais do nome de Jeová, no nome de Jesus?                       
4- Ha·lelu-Yáh  LOUVOR A JAH.  É o nome abreviado
5- O NOME JESUS não aparece no VELHO TESTAMENTO
6- Jeorão Jeová É Alto (Enaltecido). O altíssimo.
7- O nome divino, foi eliminado das cópias e traduções da Bíblia 7000 vezes.             

Y H W H  É A TRANSLITERAÇÃO DO TETRAGRAMA HEBRAICO DO NOME DE JEOVÁ PARA O INGLÊS.
J H V H  É A TRANSLITERAÇÃO DO TETRAGRAMA HEBRAICO DO NOME DE JEOVÁ PARA O PORTUGUÊS.
JEOVÁ É A TRANSLITERAÇÃO DO NOME DIVINO PARA O PORTUGUÊS.
Qual a diferença entre o Nome Divino e o Tetragrama?   O nome Divino tem 4 caracteres consoantes e 3 vogais.  

Porque as Testemunhas de Jeová usam em sua Tradução da Bíblia o nome Jeová e não LORD OU KIRIOS=  “Senhor”?
LORD=ADONAI  consta nas cópias dos manuscritos gregos mais novos. Mas você tem certeza que está "LORD"ou“kirios” nos manuscritos apostólicos? Não arrancaram o Nome Jeová 7000 do hebraico e colocaram "ADONAI" = SENHOR?
Será que não fariam o mesmo no Novo testamento com o nome de Deus?

Qual é a pronúncia correta do nome de Deus?
Como se pronuncia o tetragrama? Esta pergunta é  totalmente capciosa! É querer iludir todos leitores da Palavra de Deus.
Por que?  É impossível  TRANSLITERAR NOMES, do hebraico para 1000 línguas para do planeta e manter a pronúncia do tetragrama original  até mesmo qualquer outro NOME, inclusive o nome ORIGINAL do Messias em hebraico!
NOME DE JESUS EM HEBRAICO (((יהושע)))  Saberia pronunciá-lo corretamente?
NOME DE JESUS NO GREGO ((( Ιησούς))))

Não confunda tentar pronunciar o tetragrama divino transliterado para o Português ou outras 1000 línguas.
No REINO DE MIL ANOS a pronúncia do Tetragrama será restaurada pela ressurreição dos servos de Deus que pronunciavam o tetragrama regularmente e corretamente. Zac. 14:9

MODOS DE PRONUNCIAR O NOME DIVINO TRANSLITERADO PARA OUTROS IDIOMAS.
Na segunda metade do primeiro milênio EC, peritos judeus introduziram um sistema de sinais para representar as vogais ausentes no texto consonantal hebraico. Com referência ao nome de Deus, em vez de inserir os sinais vocálicos corretos dele, colocaram outros sinais vocálicos para lembrar ao leitor que ele devia dizer ʼAdho•naí (que significa “Soberano Senhor”) ou ʼElo•hím (que significa “Deus”).

O Códice Leningrado B 19A, do século 11 EC, tem no Tetragrama os sinais vocálicos para rezar Yehwáh, Yehwíh e Yeho•wáh. A edição de Ginsburg do texto massorético tem no nome divino sinais vocálicos para que reze Yeho•wáh. (Gên 3:14, n) Os hebraístas em geral são a favor de “Yahweh” (Iahweh, ou Javé, em Bíblias católicas) como a pronúncia mais provável. Salientam que a forma abreviada do nome é Yah (Jah, na forma latinizada), como no Salmo 89:8 e na expressão Ha•lelu-Yáh (que significa “Louvai a Jah!”). (Sal 104:35; 150:1, 6)

Também as formas Yehóh, Yoh, Yah e Yá•hu, encontradas na grafia hebraica dos nomes Jeosafá, Josafá, Sefatias e outros, podem todas ser derivadas de Yahweh. As transliterações gregas feitas pelos primitivos escritores cristãos indicam uma direção algo similar por usar grafias tais como I•a•bé e I•a•ou•é, as quais, conforme pronunciadas em grego, se assemelham a Yahweh (Iahweh). Ainda assim, de modo algum há unanimidade sobre o assunto entre os peritos, sendo alguns a favor de ainda outras pronúncias, tais como “Yahuwa”, “Yahuah” ou “Yehuah”.

Visto que, atualmente, não se pode ter certeza absoluta da pronúncia, parece não haver nenhum motivo para abandonar, em português, a forma bem conhecida, “Jeová”, em favor de outra pronúncia sugerida. Se tal mudança fosse feita, então, a bem da coerência, deviam ser feitas alterações na grafia e na pronúncia de uma infinidade de outros nomes encontrados nas Escrituras: Jeremias seria mudado para Yir•meyáh, Isaías se tornaria Yeshaʽ•yá•hu, e Jesus seria ou Yehoh•shú•aʽ (como no hebraico), ou I•e•soús (como no grego). O objetivo das palavras é transmitir ideias; em português, o nome Jeová identifica o verdadeiro Deus, transmitindo esta ideia mais satisfatoriamente, hoje em dia, do que qualquer dos substitutos sugeridos.

O NOME DE JEOVÁ DENTRO DO NOME DE JESUS
SERÁ QUE JESUS SABIA DISSO?
ולקחת כסף וזהב ועשית עטרות ושמת בראש *(((יהושע)))* בן יהוצדק הכהן הגדול
EM HEBRAICO>> SALVAÇÃO DE YAH

Felizmente a pronúncia exata do Nome eterno Divino será restaurada no milênio. Êx. 3:15; Zac. 14:9.


JEOVÁ É O NOME DE DEUS NO VT E NT?. HALLELL JAH. APOC.19:1a4.  

NOME DIVINO NAS ESCRITURAS SAGRADAS
O nome Divino é eterno em hebraico, e sua pronúncia original será a única em hebraico. Zac. 14:9
Não estamos interessados em transliterações representativas provisórias. Zac. 14:9
Para que tentar saber a pronúncia exata original se é impossível no momento descobri-la?  Zac. 14:9

Estaremos perdendo tempo desnecessário por enquanto. Contentemos com o que temos! Apoc 2:25
Se enganam os tem interesse de abolir o tetragrama das escrituras. A maior interessada nisso são os adoradores da tríade.
A desculpa de não saber a pronúncia exata do nome divino não justifica a eliminação dele, pois o nome original é imutável e eterno e sua pronúncia exata será restaurada.  Êx. 3:15, zac 14:9

Transliterações por mais perfeitas que sejam, nunca será o nome divino, o que mais queremos é adorar a pessoa que o nome YHVH representa, pois logo saberemos sua pronúncia exata em hebraico. Zac. 14:9, Mr. 12:28-30

POR QUE ERRADICARAM O NOME DIVINO DAS TRADUÇÕES DA BÍBLIA?
O Nome Divino exato é o tetragrama hebraico. Ninguém hoje sabe a pronúncia exata no hebraico deste desse Nome.
Sua pronúncia exata vai ser restaurada. Zac. 14.9

Roubaram o Nome Divino eterno das escrituras por escusas diabólicas de não saber a pronúncia, e que esse nome era sagrado demais para ser pronunciado, não são desculpas para se justificarem à Deus.

"YHVH" escolheu um nome para "Jesus" de tal forma que não tinha jeito de sumirem com o Nome Divino eterno Dele. (Jesus significa: "YHVH" é a salvação.")
Cristão autêntico e leal não rouba nada. Porém roubaram o Nome Divino, mas não O eliminaram.

As escusas infundadas para erradicarem o Nome Divino não deram certo. Nenhum nome de pessoa da Bíblia é pronunciado corretamente iguais os nomes originais. Todos nomes próprios na Bíblia, são transliterações para outros idiomas. (1000 idiomas diferentes) Apoc. 22:18,19

Quem fez e quem apóia isso, não terá salvação, roubando, saqueando O das escrituras sagradas. Apoc. 22:18,19.

Como alguém será salvo se não invocar o nome do Filho se ele jamais se chamou Jesus originalmente no Hebraico?

No momento é irrelevante saber a pronúncia exata de todos nomes bíblicos. Apoc. 22:25.
Se o nome de Deus será restaurado no milênio, por que não foi restaurado ainda?
Porque só se pronuncia um nome exato na língua original e o hebraico será a língua universal eterna, pois foi criada por "YHVH" Zac. 14:9.

PROVAS QUE O NOME DIVINO FOI ROUBADO DAS ESCRITURAS
As evidências têm mostrado cada vez mais que o nome de Deus deve ser mantido na Bíblia. Na revisão de 2013 da Tradução do Novo Mundo, o nome divino ocorre 7.216 vezes, seis a mais que na edição de 1984. Cinco dessas ocorrências estão em 1 Samuel 2:25; 6:3; 10:26; 23:14, 16. Elas foram restauradas principalmente porque, nos Rolos do Mar Morto, o nome divino aparece nesses versículos. Esses rolos datam de mais de mil anos antes do texto massorético hebraico, que foi usado na edição anterior da Tradução do Novo Mundo. Além disso, uma ocorrência em Juízes 19:18 foi restaurada em resultado de um estudo adicional de manuscritos antigos.

Jesus e todos seus discípulos pronunciavam ou não o Nome Divino?
Jesus e todos seus discípulos pronunciavam ou não o Nome Divino?
A maioria esmagadora dos leitores da Bíblia acha que Jesus e os demais do primeiro século não pronunciavam o Nome Divino. (YHVH)

Entretanto todos que pensam assim estão enganados. A seguir apresentaremos provas cabais e irrefutáveis que todos cristãos do primeiro século usavam o nome Divino nas suas evangelizações, inclusive nas suas conversas diárias.
a)- O próprio Jesus confessa abertamente que fazia uso do Nome Divino. João 17:6

b)- O nome próprio que "Jesus" que foi registrado significa: "YHVH é a SALVAÇÃO".
Todos Judeus, prosélitos, parentes, amigos e pessoas do primeiro século e de hoje ao pronunciarem o nome próprio do Messias, já estão pronunciando o Nome Divino YHVH.

c)- Mas por que não tem o nome YHVH no Novo Testamento da Bíblia?
Alguns teólogos dizem que Deus "inspirou" os escritores do Novo Testamento a substituírem o Nome Divino YHVH por "kiriós" (Senhor) para Jesus ser o Deus do Novo testamento e que não era necessário invocar mais o Nome de Deus para Salvação. Rom. 10:13.

Será isso verdade? Não! Pois no Velho Testamento esta prática de abolir o nome YHVH já era usada e eliminaram 7000 vezes o nome Divino.
No Novo Testamento também ocorreu esta falcatrua. Depois de copiarem os manuscritos primitivos gregos que ninguém de hoje nunca viu, omitiram o Nome Divino YHVH, substituindo-o por "SENHOR".

Um fato relevante é que O Nome divino de forma abreviada "YAH" foi usado no V.T 32 vezes. E também foi usado no N.T, 7 vezes em Apocalipse 19:1-7. Somente não foi apagado por estar incorporado na expressão "ALELU>YAH" >>LOUVAI A JEOVÁ.

Como então temos certeza que todos do primeiro século usavam com freqüência o Nome Divino?
Na verdade a prova mais convincente que todos usavam o nome Divino no primeiro século não depende do Novo Testamento. Como assim?
É do conhecimento de todos que 27 livros do N.T não estavam disponível nem a Jesus e nem ao seus discípulos. Possuíam somente o V.T. com certeza suas pregações eram realizadas  somente com o V.T.
Leia Lucas 4:16-20, neste relato Jesus está pregando com o V.T com o rolo de Isaías em Hebraico.  Note que lendo em Isaías 61:1-3, aplicou-se à si mesmo. Observe que nestes versículos em hebraico Jesus certamente não omitiu a Leitura do tetragrama aos judeus em sua sinagoga.

Outro fato relevante é que os 27 livros canônicos das Escrituras cristãs foram escritas no grego comum daquela época.

Entretanto Mateus escreveu o seu Evangelho primeiro em hebraico do fato de que um exame detido de todas as suas citações das Escrituras Hebraicas revela que ele citou diretamente do hebraico e não da versão dos Setenta. Se tivesse escrito o seu Evangelho primeiro em grego, ele, com toda a probabilidade, teria citado da versão grega dos Setenta. É razoável concluir-se que, tanto no original hebraico como na versão grega que Mateus fez do seu Evangelho, o nome “Jeová” aparecia freqüentemente, visto que ele não se deixaria afetar pela superstição contra o seu uso, assim como o seu Mestre Jesus Cristo não se deixou afetar.

Outro fato que o livro de Mateus foi aparentemente escrito no hebraico bíblico, para beneficiar o povo judeu. Jerônimo, tradutor da Bíblia, do quarto século, declara isso, dizendo que foi traduzido posteriormente para o grego. O próprio Mateus provavelmente fez esta tradução — tendo sido funcionário público romano, um cobrador de impostos, ele, sem dúvida, conhecia o hebraico, o latim e o grego. — Mar. 2:14-17.

Jerônimo, em sua obra De viris inlustribus (Sobre os Varões Ilustres), capítulo III, diz: “Mateus, também chamado Levi, e que de publicano se tornou apóstolo, primeiro produziu um Evangelho de Cristo na Judéia, na língua e nos caracteres hebraicos, para o benefício dos da circuncisão que haviam crido.” Jerônimo acrescenta que o texto hebraico deste Evangelho foi preservado nos seus dias (quarto e quinto séculos EC) na biblioteca que Pânfilo colecionara em Cesaréia.

No início do terceiro século, Orígenes, ao considerar os Evangelhos, é citado por Eusébio como dizendo que o “primeiro foi escrito . . . segundo Mateus, . . . que o publicou para aqueles que do judaísmo vieram a crer, estando escrito no idioma hebraico”.
Que foi escrito tendo em mente primariamente os judeus, é indicado por sua genealogia, que apresenta a linhagem legal de Jesus, a começar com Abraão, e por suas muitas referências às Escrituras Hebraicas, mostrando que apontavam para o vindouro Messias. É razoável crer que Mateus usou o nome divino Jeová na forma do Tetragrama ao citar partes das Escrituras Hebraicas que continham o nome.

É por isso que na Tradução do Novo Mundo o livro de Mateus contém o nome Jeová 18 vezes, assim como a versão hebraica de Mateus produzida originalmente por F. Delitzsch no século 19.
Mateus teria tido a mesma atitude de Jesus para com o nome divino e não se teria restringido por uma superstição judaica prevalecente quanto a não usar tal nome. — Mat. 6:9; João 17:6, 26.

Como então temos certeza que todos do primeiro século usavam com freqüência o Nome Divino?
Na verdade a prova mais convincente que todos usavam o nome Divino no primeiro século não depende do Novo Testamento. Como assim?
É do conhecimento de todos que 27 livros do N.T não estavam disponível nem a Jesus e nem ao seus discípulos. Possuíam somente o V.T. com certeza suas pregações eram realizadas  somente com o V.T.
Leia Lucas 4:16-20, neste relato Jesus está pregando com o V.T com o rolo de Isaías em Hebraico.  Note que lendo em Isaías 61:1-3, aplicou-se à si mesmo. Observe que nestes versículos em hebraico Jesus certamente não omitiu a Leitura do tetragrama aos judeus em sua sinagoga.

Outro fato relevante é que os 27 livros canônicos das Escrituras cristãs foram escritas no grego comum daquela época.

Entretanto Mateus escreveu o seu Evangelho primeiro em hebraico do fato de que um exame detido de todas as suas citações das Escrituras Hebraicas revela que ele citou diretamente do hebraico e não da versão dos Setenta. Se tivesse escrito o seu Evangelho primeiro em grego, ele, com toda a probabilidade, teria citado da versão grega dos Setenta. É razoável concluir-se que, tanto no original hebraico como na versão grega que Mateus fez do seu Evangelho, o nome “Jeová” aparecia freqüentemente, visto que ele não se deixaria afetar pela superstição contra o seu uso, assim como o seu Mestre Jesus Cristo não se deixou afetar.

Outro fato que o livro de Mateus foi aparentemente escrito no hebraico bíblico, para beneficiar o povo judeu. Jerônimo, tradutor da Bíblia, do quarto século, declara isso, dizendo que foi traduzido posteriormente para o grego. O próprio Mateus provavelmente fez esta tradução — tendo sido funcionário público romano, um cobrador de impostos, ele, sem dúvida, conhecia o hebraico, o latim e o grego. — Mar. 2:14-17.

Jerônimo, em sua obra De viris inlustribus (Sobre os Varões Ilustres), capítulo III, diz: “Mateus, também chamado Levi, e que de publicano se tornou apóstolo, primeiro produziu um Evangelho de Cristo na Judéia, na língua e nos caracteres hebraicos, para o benefício dos da circuncisão que haviam crido.” Jerônimo acrescenta que o texto hebraico deste Evangelho foi preservado nos seus dias (quarto e quinto séculos EC) na biblioteca que Pânfilo colecionara em Cesaréia.

No início do terceiro século, Orígenes, ao considerar os Evangelhos, é citado por Eusébio como dizendo que o “primeiro foi escrito . . . segundo Mateus, . . . que o publicou para aqueles que do judaísmo vieram a crer, estando escrito no idioma hebraico”.
Que foi escrito tendo em mente primariamente os judeus, é indicado por sua genealogia, que apresenta a linhagem legal de Jesus, a começar com Abraão, e por suas muitas referências às Escrituras Hebraicas, mostrando que apontavam para o vindouro Messias. É razoável crer que Mateus usou o nome divino Jeová na forma do Tetragrama ao citar partes das Escrituras Hebraicas que continham o nome.

É por isso que na Tradução do Novo Mundo o livro de Mateus contém o nome Jeová 18 vezes, assim como a versão hebraica de Mateus produzida originalmente por F. Delitzsch no século 19.
Mateus teria tido a mesma atitude de Jesus para com o nome divino e não se teria restringido por uma superstição judaica prevalecente quanto a não usar tal nome. — Mat. 6:9; João 17:6, 26.

Amamos também o nome provisório de nosso Senhor Jesus a pronúncia provisória que temos até o momento, pois o seu nome original é em hebraico, e sua transliteração ainda não é exata. Aguardemos o tempo disso se realizar, Por enquanto, amemos a sua pessoa e que seu nome representa: YHVH É A SALVAÇÃO! Zac. 14:9

Por que é impossível erradicar o Nome Divino YHVH das Escrituras?
01- As milhares cópias mais antigas do hebraico preservaram o Nome Original eterno, 7000 vezes.
02- O Nome Divino foi preservado nos nomes da maioria dos profetas e pessoas através das eras: Por exemplo; Joel= YHVH é Deus.  
03- Deus inseriu Seu Nome YHVH, no nome de Seu Filho cerca de 1000 vezes. Jesus=YHVH é a salvação.
04- Deus preservou seu Nome "YAH" (32 vezes no V.T) no N. T. 7 vezes HaleluYAH. Apo. 19:1-7.
05- Mesmo quando lemos 237 vezes "SENHOR" no N.T fazendo referências a Passagens do V.T, onde todos sabem que se trata de YHVH. O tetragrama foi retirado ao se copiar os Gregos originais. (Mateus escrito originalmente em Hebraico)

PARE E PENSE
Você se confronta invariavelmente com o NOME DIVINO "YHVH"  
a)- 7000 vezes ao ler o V.T.
b)- 1000 vezes ao ler o N.T Jesus=(YHVH é a salvação)
c)- 237 vezes ao ler "SENHOR" no N.T e buscar referências no V.T.
d)-  7 vezes YAH no N.T ao ler HaleluYAH. (Louvor à YHVH)
e)- BILHÕES de vezes ao falar, "em nome de Jesus", invocar, louvar, glorificar o nome de Jesus, que significa "YHVH é a salvação".
Portanto a tentativa de tornar Deus anônimo não decolou. Até mesmo Sua pronúncia será integralmente RESTAURADA no Reino Milenar de Cristo . Êx. 3:15; Sal. 83:18; Zac.14:9.

QUESTIONAMENTO DE LEITORES
NOME JEOVÁ NO NOVO TESTAMENTO
01- O nome de Deus não aparece em nenhum manuscrito das escrituras grego que se conhece atualmente. E olha que há cerca de cinco mil deles a disposição!
RESPOSTA:- Se o seu R.G omitisse a sua filiação, onde irá confirmar sua filiação?  
Não seria no seu registro de nascimento? Se erradicaram o nome de Jeová do novo testamento, como você saberia os lugares que está escrito "SENHOR" no N.T, deveria ser Jeová? Não seria por acaso no velho testamento?
Os originais do novo testamento não existem mais. Estes eram perfeitos sem adulterações. Mas seguindo o costume das cópias do hebraico liquidaram com o nome divino do novo testamento também.

02- Na oração Pai nosso por que Jesus não disse JEOVÁ ?  
RESPOSTA:
01- A Bíblia que os judeus tinham estava o nome 7000 vezes.
02- O próprio nome de Jesus já indicava qual era o nome a ser santificado, todos sabiam que Jesus significa, "Jeová é a salvação".
03- Todos judeus eram adoradores de Jeová, inclusive Jesus.
04- O Pai de Jesus e todos é Jeová.
05- Jesus fez questão de afirmar que ele era o Filho unigênito
06- Jesus mostrou sua íntima relação com Jeová como ninguém tem.
07 - Seria ridículo numa época e no país que Jesus pregava a adoração única de Jeová dizer assim: "Jeová nosso que está nos céus" hoje seria necessário dizer que Jeová está no céu?

03- Novo Testamento da TNM o nome de Jesus aparece 912 vezes e o nome de Jeová aparece só 237 vezes? Parece que os primeiros cristãos usavam mais o nome de Jesus do que o de Jeová, bem diferente das testemunhas de Jeová?
RESPOSTA: Será que devemos usar o nome de Deus ou de outro profeta pelo tanto de vezes que figura na Bíblia? O novo testamento é a historia de Jesus o filho do homem, o Messias vindo em carne e osso e edificar o "novo caminho" o cristão, a congregação ou igreja. Seria ilógico ao fazer a narrativa dessa história se o nome de Jesus não fosse o mais citado. Observe por exemplo no velho Testamento o nome de Moisés foi mais citado do que o nome de Jesus no novo testamento. Já o Nome de Jeová aparece 7000.vezes.

04- Os primeiros cristãos falavam mais sobre Deus do que falavam de Jesus, eles apenas não usaram o nome Jeová.
RESPOSTA: O Senhor Jesus falava o nome de Jeová. João 17:6; Luc 4:16-21; Isaias 61;1-3.  
Quando Jesus pregou para os dois discípulos indo para Emaús usando os Salmos, os profetas a Lei acha que Jesus ao referenciar tudo do velho testamento omitia o nome de Jeová Lucas 24:13-32; Atos 17:3,17
O Apóstolo Paulo e todos demais discípulos usavam nas suas pregações só as escrituras hebraicas. Quando Paulo pregava debulhava o velho testamento. Achas que Paulo "Pulava" o NOME DIVINO?

05-Jesus usava o nome de Jeová?
RESPOSTA: Quando Jesus ensinou o primeiro mandamento para a vida eterna aos seus discípulos acha que ele só com o hebraico nas mãos usando Deut. 6:4-6, será que ficou com vergonha de pronunciar o nome YHVH? João 17:6.

06- Os discípulos usavam o nome de Jeová?
RESPOSTA: Quando você prega com a sua Bíblia, ao ler um texto para outra pessoa, lê o trecho respeitando o texto completamente ou omite palavras pontos e muda o sentido do que lê ao seu ouvinte? Jesus, os apóstolos e discípulos não tinham o novo testamento e quando pregavam o nome de quem era mais falado? De Jesus ou Jeová? Por exemplo, para provarem que Jesus era o Messias, obrigatoriamente falavam o nome Divino ao provarem com as escrituras hebraicas.

07-Nos manuscritos gregos originais não tinha o Tetragrama.
RESPOSTA:
01- Apesar de retirarem o que podiam, felizmente não conseguiram retirar o nome Divino em Apocalipse 19:1-6.
02- Existe um trecho fragmentos de Mateus mais antigo, no hebraico,que consta o tetragrama e é a prova da adulteração.

08- Com ordem de quem a STV se atreveu a traduzir de modo diferente aquilo que está escrito a quase dois mil anos?
RESPOSTA: Com ordem de quem os eruditos e responsáveis pelas traduções da Bíblia tem erradicado o nome de Deus YHVH 7000 vezes das suas traduções?

09- A palavra de Deus não pode ser mudada, Deus cuidou para que ela chegasse até nós sem adulteração. Se o nome de Deus foi eliminado do NT, então outras coisas foram mudadas também e se for assim não dá pra confiar na Bíblia. Falar que há fragmentos de manuscritos do NT com o nome de Deus é uma coisa, outra é mostrar as provas.
RESPOSTA: Concordamos que a Palavra jamais poderá ser mudada e tem de chegar até nós refinada conforme Deus prometeu. Estranhamos as pessoas responsáveis pelas traduções tomaram conhecimento comparando cópias e cópias de manuscritos, quando descobrem erros dos copistas se acovardam e jogam a poeira debaixo do tapete.
Dezenas de erros foram descobertos nas cópias gregas mas são mantidos até hoje. Será que não se encontrariam pessoas leais a Deus que tomariam a dianteira de expor e corrigir tais erros diabólicos?  Exemplos: Erradicar o Nome Divino 7000 vezes das traduções do Hebraico, manter diversos versículos satânicos como 1 João 5:7.
Felizmente existe alguém que não explora comercialmente tradução da Bíblia. Para se ter uma idéia existem 10 versões contraditórias do Sr. Padre João Ferreira de Almeida, uma tradução para cada pastor, segundo suas doutrinas.

10- A BÍBLIA DE JERUSALÉM E A PASTORAL contém o nome de Deus no AT nas quase 7000 vezes em que ocorre no texto, mas estas traduções respeitaram e seguiram o que está registrado nos manuscritos do NT e não colocaram o nome de Deus. A torre de vigia não descobriu nada, ela se baseia em suposições e em traduções em hebraico do NT e em teorias de eruditos bíblicos e desconsideram o testemunho dos próprios manuscritos que são muito mais antigos. Para a torre de vigia a opinião de eruditos vale mais do que os manuscritos.
RESPOSTA: Já viu quantas falcatruas estas traduções eliminaram e consonância com a Novo Mundo? Só não tiveram coragem de corrigir algumas coisas que AINDA REMANESCERAM e nós todos sabemos quais sujeiras ainda ficaram, que pena.

11- Jeová é nome das três supostas pessoas da divindade?  Será que o Filho e o espírito santo também se chamam JEOVÁ?
ÊXODO 3:15; SAL 83:18; ISAÍAS 42:8 DIZEM QUE NÃO.
"Ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do espírito santo" não provam que os três membros da trindade se chamam Jeová.
*Por exemplo: Vá e transfira no cartório seus bens em nome da sua esposa, do seu filho e do seu sobrinho*. Será que os três herdeiros teriam os mesmos nomes?
Então batizar em nome do espírito santo é pactuar com Deus,  que você aceitará recebê-lo e deixá-lo  influenciar sua vida pela operação dele à mando do Pai. Outrossim esta fórmula batismal jamais provará que Jeová é uma trindade e muito menos que o espírito  de Deus é uma pessoa.
Todos batismos registrados na Bíblia  depois de Jesus dar essa ORDEM batismal, não existe nenhum batismo que seja incluído "em nome" do ESPÍRITO SANTO. Mat. 28:19

NOME DIVINO
A Pergunta toda importante é: YHVH autorizou alguém retirar seu nome próprio das escrituras mais de 7000 vezes?
YHVH não autorizou ninguém a roubar o Seu nome Eterno do Novo e velho Testamento.  Êx.3:15; Sal. 83:18.
Os judeus tementes  ao Nome Divino, jamais roubariam  o Nome Divino ETERNO. Malaquias 3:16.
Conseguiram roubar o nome Divino nas tábuas de pedra? Conseguiram roubar o Nome divino embutido nos profetas e no nome do Filho?
Joel> Jeová é Deus.
Jesus> Salvação de Jeová.
E você, compartilha o roubo do Nome mais importante do UNIVERSO? Sal. 83:18.

CONCLUSÃO: Quem sabe algum dia as traduções modernas se equiparem à Novo Mundo, pois se demorarem não dará mais tempo.
Ó Jeová, teu nome permanece para sempre.  Sal. 135:13.>>> O NOME DE JESUS MUDARÁ NO MILÊNIO Apoc. 3:12  


CONCLUSÃO 1: TUDO QUE ACONTECEU no 1 século , foi tudo lido no velho testamento; o novo testamento foi escrito muito tempo depois!   Ademais, o grego original ninguém tem; o que temos hoje, são cópias dos manuscritos gregos bem mais recentes. Portanto ninguém sabe se o grego original continha ou não o nome divino!
01- O nome Jesus foi conhecido pelos humanos há 2000 atrás.
02- O nome Jeová  foi conhecido pelos humanos há 6000 atrás.
03- O nome Deus está na Bíblia 7000 vezes.((((( יהוה ))))). hebraico
04- O nome Jesus está 1000 vezes na Bíblia!  (((( Ιησούς )))) Grego.
05- O nome divino está no nome de Jesus, pois JESUS significa salvação de Jeová! .
06- O nome Jeová esta na tradução Ferreira original de Portugal em 1791, 7000 vezes, quando não existia testemunhas HODIERNAS.
07- A pronúncia do nome de DEUS será restaurada, brevemente, com o Novo Mundo. Zac.14:9.
08- Quem transliterou o nome DIVINO (tetragrama) para o Português?  Foram as Testemunhas de Jeová? IMPOSSÍVEL, no século 18 o Sr. Tradutor da bíblia JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA JÁ TINHA TRANSLITERADO O TETRAGRAMA em sua tradução para o Português de Portugal, sendo que as Testemunhas usaram esta tradução até 1968, no BRASIL.
09- Alguns alegam que Jeová tem VÁRIOS NOMES, e que Jesus é o nome de DEUS no novo testamento, e que Jesus ainda ganhará um NOVO NOME.
10- Você tem o grego original para provar que o nome de Jeová não aparece? Ou roubaram  o nome divino NAS CÓPIAS gregas igual no hebraico*?

TRINITÁRIOS COMPARTILHAM  COM BANDIDOS O ROUBO DO NOME DIVINO DAS ESCRITURAS
GAMBIARRA PARA FABRICAR O DEUS TRINO> substituir o TETRAGRAMA por ADONAI/KIRIOS/THEOS/HELOHIM
Jesus  e os seus APÓSTOLOS nunca pegaram  o novo testamento nas mãos.
A septuaginta que os apóstolos usaram pra fazer citações no NT tinha kyrios ou YHVH?

PROVAS ARQUEOLÓGICAS:
 

NOME DE DEUS em documento Egípcio

VEJAMOS ALGUNS  DOS “SUPOSTOS” NOMES DE JEOVÁ DEUS:
JEOVÁ NISSI, Êxodo 17:15, NOME de um ALTAR.(Jeová está aqui)
JEOVÁ SHALLON, Juízes 6:24, NOME de um ALTAR.(Jeová é PAZ)
JEOVÁ JIRÉ, Gen. 22:14, NOME de um ALTAR.  (Jeová Providenciará)
JEOVÁ DOS EXÉRCITOS: Is.8:13, Deus tem miríades de anjos para lhe ministrar. Dan.7:10.
JESUS, SALVAÇÂO de JEOVÁ, (para a humanidade). Luc.1:31.
ELOHIM, significa DEUS e é não é NOME!
EL SHADDAI, significa Deus todo poderoso, é um título
ADONAI ..(KYRIOS), traduzido, senhor.
SENHOR, não é nome, é PRONOME.
ALELUIA: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Aleluia é uma transliteração do termo hebraico הַלְלוּיָהּ (Halləluyahebraico padrão ou Halləlûyāh tiberiano), cuja primeira parte é "Hallelu" (הַלְּלוּ), que significa "Louvai! Adorai!" ou "Elogio"; e a segunda parte "Yah" (Jah) (יָהּ), uma forma abreviada do nome de Deus. Yah ou Jah constitui a primeira metade do Tetragrama הוהי, (YHWH, IHVH, JHVH), o nome do Deus da Bíblia, pronunciado em português como Yahweh, Javé ou Jeová. Yah escreve-se com as letras yod (י) e he (ה), respectivamente a décima e a quinta letra do alfabeto hebraico. Portanto, a palavra "Aleluia" significa: "Louvem a Jah", ou "Louvai a Jah", ou "Louvado seja Jah", ou "Adorai a Jah", ou "Elogiai a Jah", e assim por diante. VEJA Apoc. 19:1,3,4,6.

SIGNIFICADO DE ALGUNS NOMES
ABÍAS=JEOVÁ É MEU PAI -  
JOEL= JEOVÁ É DEUS -
JESUS=JEOVÁ É SALVAÇÃO
JOSUÉ=JEOVÁ É SALVAÇÃO -
JEOSAFA-JEOVÁ É JUIZ  -
JECONÍAS=JEOVÁ ESTABELECE  -
JEOACAZ=JEOVÁ SEGUROU  -
JEORÃO=JEOVÁ E ALTO  -
JEREMIAS=JEOVÁ EXALTA  -
JEÚ-JEOVÁ É ELE  -  
JOABE=JEOVÁ É PAI  -  
JEONATÃ=JEOVÁ DEU  -  
JOSÉ=QUE JEOVÁ AUMENTE  -
JOSIAS=JEOVÁ CURA -
ISAÍAS=SALVAÇÃO DE JEOVÁ  -
SEMAÍAS=JEOVÁ ESCUTOU -  
SOFONIAS=JEOVÁ ESCONDEU

DEUS TEM UM SÓ NOME VEJA EX 3:15 ALA
E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: O Senhor,(JEOVÁ) o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é O MEU NOME ETERNAMENTE, e este é o meu memorial de geração em geração.
VIU? Este é o meu nome eternamente, observou que não está escrito estes são os meus nomes.

AS TRADUÇÕES MODERNAS ESTÃO ADOTANDO NOVAMENTE O NOME JEOVÁ:
http://biblia.gospelprime.com.br/tb/ezequiel/33/

PERGUNTAS
01- O que Jesus fazia quando só tinha o velho testamento ate ele morrer, quando Jesus encontrava as 7000 vezes o nome de JEOVA YHVH >> יהוה, Jesus sabia hebraico. Luc. 4:16a21.
02- Como eu devo pronunciar corretamente o nome do Cristo, (((( Ιησούς))), (1000 vezes na bíblia).
03- Quem autorizou substituir o tetragrama por kirios, será que DEUS queria isto. Apoc. 22:19.
04- Por que confundir tradução por transliteração, nome exato na língua original, com pronúncia em outra língua derivada.
05- Será que Jesus não sabia pronunciar o tetragrama que está dentro do seu próprio nome. (((((”Yehoh·shú·a”)))).
06- Onde está na bíblia que é para santificar O NOME DE Cristo no lugar de JEOVÁ.
07- O nome Jesus traduzido é: JEOVÁ é a SALVAÇÃO.
08- Pare e pense: Por que minimizar o uso do nome divino "JEOVÁ" sabendo que ELE inseriu Seu Nome 7000 vezes na sua palavra escrita e  tradutores eliminaram este nome próprio e o substituiram pelo PRONOME "SENHOR". Mat. 6:9.

APÊNDICE:
O nome divino nas Escrituras Gregas Cristãs
Eruditos bíblicos reconhecem que o nome de Deus, representado pelo Tetragrama (יהוה), ocorre quase 7 mil vezes no texto original das Escrituras Hebraicas.
No entanto, muitos acham que ele não aparecia no texto original das Escrituras Gregas Cristãs.
Por isso, a maioria das Bíblias modernas em português não usa o nome Jeová no chamado Novo Testamento. Mesmo ao traduzir citações das Escrituras Hebraicas onde o Tetragrama aparece, muitos tradutores substituem o nome de Deus por “Senhor”.

A Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada não segue essa prática comum.
Ela usa o nome Jeová 237 vezes nas Escrituras Gregas Cristãs. Ao tomarem essa decisão, os tradutores levaram em consideração dois fatores importantes:
(1) Os manuscritos gregos que temos hoje não são os originais. A maioria dos milhares de cópias existentes foi produzida pelo menos dois séculos depois de os textos originais terem sido escritos. (2) Nessa época, os que copiavam os manuscritos substituíam o Tetragrama por Kýrios, palavra grega para “Senhor”, ou copiavam de manuscritos onde isso já tinha sido feito.

A Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia concluiu que há provas convincentes de que o Tetragrama ocorria nos manuscritos gregos originais. Essa conclusão se baseou nas seguintes evidências:
• Nas cópias das Escrituras Hebraicas usadas nos dias de Jesus e de seus apóstolos, o Tetragrama ocorria em todo o texto.
No passado, poucas pessoas duvidavam disso. Mas agora que foram descobertas perto de Qumran cópias das Escrituras Hebraicas datadas do primeiro século EC, não há motivo para dúvida nenhuma.

Nos dias de Jesus e seus apóstolos, o Tetragrama também ocorria em traduções gregas das Escrituras Hebraicas.
Durante séculos, eruditos pensavam que o Tetragrama não ocorria nos manuscritos da Septuaginta grega, uma tradução das Escrituras Hebraicas.
Mas, em meados do século 20, alguns fragmentos bem antigos da Septuaginta grega que existia nos dias de Jesus foram trazidos à atenção dos eruditos.
Nesses fragmentos, o nome pessoal de Deus aparece escrito em caracteres hebraicos.
Assim, nos dias de Jesus, o nome divino aparecia em cópias gregas das Escrituras.
Mas, no quarto século EC, os principais manuscritos da Septuaginta grega, como o Códice Vaticano e o Códice Sinaítico, já não continham o nome de Deus nos livros de Gênesis a Malaquias (onde o nome aparecia em manuscritos mais antigos).
Portanto, não é de surpreender que nos textos preservados dessa época não se encontre o nome divino no chamado Novo Testamento, ou seja, nas Escrituras Gregas.

As próprias Escrituras Gregas Cristãs relatam que Jesus muitas vezes fez referência ao nome de Deus e o tornou conhecido a outros. (João 5:43; 10:25) Ele disse em sua oração a Deus: “Tornei o teu nome conhecido aos homens que me deste do mundo.” Também acrescentou que continuaria a ‘tornar conhecido’ esse nome a outros. — João 17:6, 11, 12, 26.

Visto que as Escrituras Gregas Cristãs foram adicionadas por inspiração divina às sagradas Escrituras Hebraicas, o desaparecimento repentino do nome de Jeová do texto pareceria incoerente.
Em meados do primeiro século EC, o discípulo Tiago disse aos anciãos em Jerusalém: “Simeão relatou em detalhes como Deus, pela primeira vez, voltou sua atenção para as nações, a fim de tirar delas um povo para o Seu nome.” (Atos 15:14) Não seria lógico Tiago ter dito isso se ninguém no primeiro século conhecesse ou usasse o nome de Deus.

Nas Escrituras Gregas Cristãs, o nome divino ocorre em sua forma abreviada. Em Apocalipse 19:1, 3, 4, 6, o nome divino faz parte da palavra “Aleluia”, derivada de uma expressão hebraica que significa literalmente “Louvem a Jah”. “Jah” é a forma abreviada do nome Jeová. Muitos nomes usados nas Escrituras Gregas Cristãs são derivados do nome divino. De fato, obras de referência explicam que o nome do próprio Jesus significa “Jeová é salvação”.

Antigos escritos judaicos indicam que os cristãos judeus usavam o nome divino em seus escritos.
A Tosefta, uma coleção escrita de leis orais finalizada por volta de 300 EC, diz o seguinte sobre os escritos cristãos que eram queimados no sábado: “Os livros dos evangelistas e os livros dos minim [pelo visto os cristãos judeus], eles [os opositores] não salvam do fogo.
Mas são queimados no lugar onde estão, eles e suas referências ao Nome Divino.” Segundo essa fonte, o Rabino Yosé, o Galileu, que viveu no início do segundo século EC, teria dito que, em outros dias da semana, “devem-se recortar deles [entende-se que se trata dos escritos cristãos] as referências ao Nome Divino, guardá-las e queimar o restante”.

Alguns eruditos bíblicos admitem que o nome divino provavelmente ocorria nas citações das Escrituras Hebraicas encontradas nas Escrituras Gregas Cristãs.
Sob o cabeçalho “O Tetragrama no Novo Testamento”, The Anchor Bible Dictionary (Dicionário Bíblico Anchor) faz o seguinte comentário: “Há evidências de que o Tetragrama, o Nome Divino, Yahweh, aparecia no N[ovo] T[estamento] em algumas ou em todas as citações do V[elho] T[estamento] quando os documentos do NT foram originalmente escritos.” E o erudito George Howard diz: “Visto que o Tetragrama ainda era escrito nos exemplares da Bíblia grega [a Septuaginta], que compunha as Escrituras da primitiva igreja, é razoável crer que os escritores do N[ovo] T[estamento], ao citarem a Escritura, preservaram o Tetragrama dentro do texto bíblico.”

Respeitados tradutores da Bíblia usaram o nome de Deus nas Escrituras Gregas Cristãs.
Alguns deles fizeram isso muito antes de a Tradução do Novo Mundo ser produzida. A seguir alguns desses tradutores e suas obras: A Literal Translation of the New Testament . . . From the Text of the Vatican Manuscript, de Herman Heinfetter (1863); The Emphatic Diaglott, de Benjamin Wilson (1864); The Epistles of Paul in Modern English, de George Barker Stevens (1898); St. Paul’s Epistle to the Romans, de W. G. Rutherford (1900); The New Testament Letters, de J.W.C. Wand, bispo de Londres (1946). Além dessas obras, numa tradução em espanhol do início do século 20, o tradutor Pablo Besson usou o nome “Jehová”  em Lucas 2:15, Judas 14 e em quase cem notas de rodapé que sugerem o nome divino como uma possível tradução. Muito antes dessas traduções, edições hebraicas das Escrituras Gregas Cristãs, datadas do século 16 em diante, usaram o Tetragrama em muitos trechos. Só no idioma alemão, o nome Jeová (ou a transliteração do hebraico “Yahweh”) é usado em pelo menos 11 traduções das Escrituras Gregas Cristãs, e outros quatro tradutores acrescentaram o nome Jeová entre parênteses após o título “Senhor”. Além disso, mais de 70 traduções em alemão usam o nome divino em notas ou em comentários. Em português, O Evangelho Segundo S. Mattheus, de Padre Santanna (1909), usa o nome de Deus. Mais recentemente, a edição francesa da Bible de Chouraqui (1985), traduzida para o português por Leneide Duarte e Leila Duarte (1996 e 1997), usa o Tetragrama nas Escrituras Gregas Cristãs.

Traduções da Bíblia em mais de cem idiomas contêm o nome divino nas Escrituras Gregas Cristãs. Muitos idiomas africanos, ameríndios, asiáticos, europeus e das ilhas do Pacífico usam o nome de Deus livremente. (Veja a lista nas páginas 1806 e 1807.)
Os tradutores dessas edições da Bíblia decidiram usar o nome divino por motivos similares aos apresentados aqui. Algumas dessas traduções das Escrituras Gregas Cristãs foram produzidas recentemente, como a Bíblia em rotumano (1999), que usa “Jihova” 51 vezes em 48 versículos, e a edição em bataque (toba) (1989) da Indonésia, que usa “Jahowa” 110 vezes.
Sem dúvida, há fortes motivos para restaurar o nome de Deus, Jeová, nas Escrituras Gregas Cristãs. Foi exatamente isso o que os tradutores da Tradução do Novo Mundo fizeram. Eles têm profundo respeito pelo nome divino e têm um temor reverente de remover qualquer coisa que constava no texto original. — Apocalipse 22:18, 19.
Jesus disse em sua oração a Deus: “Tornei o teu nome conhecido aos homens que me deste do mundo”

Idiomas e dialetos que usam o nome divino no texto principal das Escrituras Gregas Cristãs
Idioma ou dialeto: Nome divino
Alemão: Jehovah; Jehova
Aneityum: Ihova
Aruaque: Jehovah
Awabakal: Yehóa
Bangi: Yawe
Bataque (toba): Jahowa
Benga: Jěhova
Bolia: Yawe
Bubi: Yehovah
Bullom so: Jehovah
Calenjin: Jehovah
Chácobo: Jahué
Cheroqui: Yihowa
Chin (hakha): Zahova
Choctaw: Chihowa
Chuuquês: Jiowa
Coreano: 여호와 (Yeohowa)
Croata: Jehova
Dacota: Jehowa
Dobu: Ieoba
Duala: Yehowa
Efate do norte: Yehova
Efique: Jehovah
Espanhol: Jehová; Yahvé; YHWH; Yahweh
Eve: Yehowa
Fang: Jehôva
Fijiano: Jiova
Francês: IHVH, yhwh
Ga: Iehowa
Galês: Iehofah
Gibario (dialeto do kerewo): Iehova
Grebo: Jehova
Havaiano: Iehova
Hebraico: יהוה
Hindustâni: Yihováh
Hiri motu: Iehova
Ho-chunk (winnebago): Jehowa
Holandês: Jehovah
Ila: Yaave
Iliku (dialeto do lusengo): Yawe
Indonésio: YAHWEH
Inglês: Jehovah
Kala lagaw ya: Iehovan
Kalanga: Yehova; Yahwe
Kerewo: Iehova
Kiluba: Yehova
Kipsigis: Jehoba
Kiribati: Iehova
Kisonge: Yehowa
Kosreano: Jeova
Kuanua: Ieova
Laociano: Yehowa
Lele: Jehova
Lewo: Yehova
Lingala: Yawe
Logo: Yehova
Lomongo: Yawe; Yova
Lonwolwol: Jehovah
Lugbara: Yehova
Luimbi: Yehova
Luna: Yeoba
Lunda: Yehova
Luo: Yawe
Luvale: Yehova
Malgaxe: Jehovah; Iehôvah
Malo: Iova
Marquesano: Iehova
Marshalês: Jeova
Maskelynes: Iova
Mentawai: Jehoba
Meriam: Iehoua
Misima-paneati: Iehova
Mizo: Jehovan; Jihova’n
Mohawk: Yehovah
Mortlockese: Jioua
Motu: Iehova
Mpongwe (dialeto do myene): Jehova
Muscógui: Cehofv
Myene: Yeôva
Naga angami: Jihova
Naga konyak: Jihova
Naga lotha: Jihova
Naga mao: Jihova
Naga rengma do norte: Jihova
Naga sangtam: Jihova
Nandi: Jehova
Narrinyeri: Jehovah
Nauruano: Jehova
Navajo: Jîho’vah
Ndau: Jehova
Nembe: Jehovah
Nengone (ou maré): Iehova
Ngando: Yawe
Ntomba: Yawe
Nukuoro: Jehova
Ojíbua: Jehovah
Polonês: Jehowa
Português: Iáhve
Rarotongano: Jehova; Iehova
Rerep: Iova
Rotumano: Jihova
Sakao: Ihova; Iehova
Samoano: Ieova
Seneca: Ya’wĕn
Sengele: Yawe
Sesoto: Yehofa
Sie: Iehōva
Sranantongo: Jehova
Sukuma: Yahuwa; Jakwe
Tailandês: Yahowa
Taitiano: Iehova
Tchiluba: Yehowa
Teke-eboo: Yawe
Temne: Yehṓfa; Yehofa
Toaripi: Jehova; Iehova
Tonga: Jehova
Tonganês: Jihova; Sihova
Tsuana: Jehofa; Yehova; Yehofa
Umbundu: Yehova
Uripiv: Iova
Wampanoag: Jehovah
Xosa: Yehova
Zande: Yekova
Zulu: Jehova; YAHWE

PESQUISA COMPLETA:




Voltar para o conteúdo