DÍZIMO, DEVO PAGA-LO? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

DÍZIMO, DEVO PAGA-LO?

DÍZIMO ARRANJO DE JEOVÁ PARA SUSTENTAR A TRIBO LEVÍTICA NO V.T.
"Trazei todas as décimas partes à casa do depósito para que venha a haver alimento na minha casa; e experimentai-me, por favor, neste respeito”, disse Jeová dos exércitos, “se eu não vos abrir as comportas dos céus e realmente despejar sobre vós uma bênção até que não haja mais necessidade". Mal. 3:10

Arranjo temporário oficial da Lei mosaica, para o sustento da Tribo sacerdotal (Levi), que só tinha obrigações cerimoniais, no tabernáculo e depois no templo. Havia uma turma sacerdotal 24 grupos se revezavam, interruptamente 24 horas por dia, atendendo a todo israelita, que por ventura pecasse e necessitasse do perdão de JEOVÁ, e do sacrifício de um animal expiatório.

Obrigatoriamente todos que não eram da classe sacerdotal deveriam pagar dez por cento de tudo que produzisse no campo e na pecuária, PARA A CASA DE JEOVÁ TER MANTIMENTOS. Lev. 27:30, Mal. 3:10.
A tribo sacerdotal levítica, não tinha heranças e nem trabalhava no serviço secular e BASICAMENTE seu sustento material, (mantimento) era oriundo das demais tribos. (Mal. 3:10). Quando alguém não pagasse seu DÍZIMO ERA COMO SE ROUBASSE A DEUS, (Mal.3:8), pois seus sacerdotes poderiam passar FOME.

Quando um israelita quisesse RESGATAR ou PAGAR seu dizimo em DINHEIRO, era acrescido um quinto do dízimo, o que seria doze (12) por cento. (MULTA) Lev. 27:30a32.
Outro detalhe é que o dízimo não era mensal, e nem pago com dinheiro. Deut. 14:22.

No arranjo cristão, organizou um sistema de contribuições voluntárias, após o Pentecostes (2 Cor. 9:7), quando a Lei mosaica findou, e também o fim desta TRIBO LEVÍTICA, iniciando-se o SISTEMA CRISTÃO, desobrigando os sacrifícios de animais e as ordenanças. Gal.6:2.
 
O DÍZIMO COMPULSÓRIO FINALIZA NO N.T.
01- Antes de HOREBE pacto nacional com ISRAEL, o dízimo era sobre Total dos BENS e era VOTO, e não obrigatório como os dízimos MENSAIS da ALIANÇA DA LEI! Gên.14:18,20, Heb.7:4,5,6, Gên. 28:20,22.
02- DURANTE a aliança do Pacto Lei Mosaica, o dízimo era obrigatório, caso os JUDEUS não pagassem, com o seu melhor MORRERIAM. Num. 18:28,32.
04- DEPOIS o sistema JUDAICO encerrar no Pentecostes, não se acha narrativas durante o Novo Testamento, de alguém oferecendo DÍZIMO.
05- JESUS e JUDEUS pagaram dízimos até o PENTECOSTES, todos debaixo da LEI! Gal.4:4.
06- PAULO recebia contribuições voluntárias para a OBRA CRISTÃ. 2 Cor. 9:7. Era fabricante de tendas. Atos 18:2,3.
07- Paulo detestava depender de contribuições financeiras dos irmãos. 2 Cor.11:7,8.
08- É JUSTO de um Deus Amoroso, “obrigar” um cidadão necessitado, que não pode, por motivos de doença, infortúnio, desemprego, pagar OBRIGATORIAMENTE dez por cento de seus rendimentos, depois de PENTECOSTES? (Até afastá-lo da igreja).
09- É justo um assalariado (1.000,00) pagar para a “igreja”, 100,00 reais, sendo que a um ano não come carne?
10- É justo pedir a um membro da igreja, com imprevisto normal da vida, pedir que venda um bem para suprir o “dizimo”?
11- Jesus é Sumo Sacerdote do Templo derradeiro e jamais recebeu dízimo, por que? Porque não era da tribo de Levi, e você da dianteira é desta tribo? Heb. 7:5.
12- O dízimo é LEI MOSAICA, então por que não foi abolido?

SERÁ QUE TODOS QUE VIVEM DO EVANGELHO  SE SENTIRAM COMO PAULO?
01- " A outras congregações roubei, por aceitar provisões, a fim de ministrar a vós;  contudo, quando estive presente entre vós e padeci necessidade, não me tornei fardo nem mesmo para um único, pois os irmãos que vieram da Macedônia supriram abundantemente a minha deficiência. Sim, guardei-me de todos os modos para não me tornar oneroso para vós, e guardar-me-ei assim". 2 Cor. 11:8,9.

02- "Certamente vos lembrais, irmãos, de nosso labor e labuta. Foi trabalhando noite e dia, para não impormos a nenhum de vós qualquer fardo dispendioso, que vos pregamos as boas novas de Deus." 1 Tess. 2:9

03- "Porque vós mesmos sabeis o modo em que deveis imitar-nos, porque nós não nos comportamos desordeiramente entre vós,  nem comemos de graça o alimento de outro. Ao contrário, por labor e labuta, noite e dia, trabalhávamos para não impor a nenhum de vós um fardo dispendioso.  Não é que não tenhamos autoridade, mas a fim de que nos oferecêssemos a vós como exemplo, para nos imitardes." 2 Tess. 3:7-9.

04- "E achou certo judeu de nome Áquila, natural de Ponto, que viera recentemente da Itália, e Priscila, sua esposa, por causa do fato de que Cláudio tinha ordenado que todos os judeus se afastassem de Roma. De modo que foi ter com eles,  e, em razão de serem da mesma profissão, ficou no lar deles, e trabalhavam, pois eram fabricantes de tendas por profissão." Atos 18:2,3.

PERGUNTAS DE LEITORES
*01- Porque Abraão pagou o décimo de todo despojo da guerra contra os confederados à Melquisedeque  mesmo antes de Deus estabelecer oficialmente o dízimo compulsório da aliança da  LEI* ?
Melquisedeque (Rei da Justiça) Rei da antiga Salém e “sacerdote do Deus Altíssimo”, Jeová. (Gên 14:18, 22)
Ele é o primeiro sacerdote mencionado nas Escrituras; ocupava esta posição algum tempo antes de 1933 AEC. Sendo o rei de Salém, que significa “Paz”, Melquisedeque é identificado pelo apóstolo Paulo como “Rei da Paz”, e, à base do seu nome, como “Rei da Justiça”. (He 7:1, 2)
Entende-se que a antiga Salém tenha sido o núcleo da posterior cidade de Jerusalém, e seu nome foi incorporado no de Jerusalém, que às vezes é chamada de “Salém”.  Sa.l 76:2.

Depois de Abrão (Abraão) derrotar Quedorlaomer e seus reis confederados, o patriarca veio à Baixada de Savé, ou “à Baixada do rei”. Ali, Melquisedeque “trouxe para fora pão e vinho”, e abençoou Abraão, dizendo: “Bendito seja Abrão do Deus Altíssimo, Produtor do céu e da terra; e bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus opressores na tua mão!”
Abraão reconhecendo o sacerdócio de Melquiseque  entregou oferta (voto) então ao rei-sacerdote “um décimo de tudo”, isto é, “dos principais despojos” que conseguira na sua guerra bem-sucedida contra os reis aliados. Gên. 14:17-20; Heb. 7:4.
Abraão nunca pagaria dízimo compulsório a ninguém, primeiro, nessa época sacerdote designado por Jeová era apenas Melquisedeque. Segundo porque não havia ainda esse mandamento para ninguém.

02-O dízimo era uma lei cerimonial ou moral? As leis alimentares eram cerimoniais ou morais?
A "Lei" dada por Jeová aos israelitas em Horebe é um conjunto de 513 Leis, sub divididas em várias seções: Os dez mandamentos, Leis as morais, as Leis judiciais, cerimoniais, alimentares, higiênicas, etc.

A aliança (Pacto) da "Lei" era indivisível para questão para o seu cumprimento e validade. Quando Deus e Cristo  se Referiam a "Lei",  citavam um bloco só. 1 Reis 2:3; Mateus 5:17,21,23,27,31,33,38,43.

Os que apartam trechos da "Lei" para efeito de perpetuar seus cumprimentos, estão desejosos de continuarem a receber DÍZIMOS.  Se fossemos atrelar o dízimo em que classificação os colocaríamos? Talvez nas leis cerimoniais, por estar conectado a sobrevivência dos sacerdotes no Templo, a casa de Jeová.

Quanto as leis alimentares não se classifica em nenhuma das leis cerimoniais ou morais

O dízimo teve seu objetivo cumprido, sustentou a Tribo Levita SACERDOTAL por mais de mil anos, e no sistema cristão cada um  que sustente a si próprio e as contribuições para a OBRA são mantidas por doações voluntárias. 2 Cor. 9:7


CONCLUSÃO:
Jesus, Apóstolo Paulo, Pedro, João, etc, nunca receberam dízimo; e você recebe dízimo? É da TRIBO de LEVI? Heb. 7:5.

MATÉRIA ADICIONAL

Voltar para o conteúdo