1925 - BETH SARIM, POR QUE FOI CONSTRUÍDA? - https://adeusheresias.com.br

www.ADEUS HERESIAS.com.br
Site dedicado a pessoas sinceras estudiosas da Bíblia.
Ir para o conteúdo

1925 - BETH SARIM, POR QUE FOI CONSTRUÍDA?

Naquela época, acreditava-se que os homens fiéis da antiguidade , tais como Abraão, José e Davi, seriam ressuscitados antes do fim deste sistema de coisas e serviriam quais “príncipes em toda a terra”, em cumprimento do Salmo 45:16. Então providenciou se a construção de um grande residência denominada Beth Sarim (Casa dos Príncipes) para recepcioná-los.

Este conceito foi ajustado em 1950, quando estudos adicionais das Escrituras indicaram que esses antepassados terrestres de Jesus Cristo serão ressuscitados depois do Armagedom. Expectativas não cumpridas como essa, os apóstolos de Cristo também tiveram. Luc. 19:11.
Dai surge a pergunta: Então quando a profecia de Salmo 45:16 se cumprirá?

OS PRÍNCIPES DO PASSADO, RETORNARÃO? COMO OS RECEBEREMOS?
O Salmo 45, do qual os versículos 6 e 7 são aplicados pelo apóstolo Paulo a Cristo Jesus (He 1:8, 9), contém a declaração: “Em lugar de teus antepassados virá a haver teus filhos, os quais designarás para príncipes em toda a terra.” (Sal 45:16)

Escreveu-se a respeito de Abraão, Isaque e Jacó, homens da linhagem ancestral de Cristo: “Todos estes morreram em fé, embora não recebessem o cumprimento das promessas, mas viram-nas de longe e acolheram-nas.” (He 11:8-10, 13)

O domínio de Cristo não só envolve ter ele reis e sacerdotes subordinados no céu (Apoc. 20:6), mas também representantes ‘principescos’ na terra, que cumprem as ordens do rei. (Veja He 2:5, 8.)
Isaías 32:1, 2, claramente faz parte duma profecia messiânica e descreve os benefícios resultantes de haver tais “príncipes” sob o domínio do Reino.

OS PRÍNCIPES NO NOVO MUNDO
Nos capítulos 44 a 48, Ezequiel tem uma visão, da divisão das terras entre as doze tribos de Israel na repatriação da nação Judaica. Ele descreve uma faixa administrativa de terra que se estendia desde a fronteira oriental junto ao rio Jordão e o mar Morto, até o mar Ocidental ou Mediterrâneo. (Centro da Terra) Ao norte e ao sul desta faixa, e paralelos a ela, havia setores de terra designados às tribos de Israel. Isto é um modêlo profético para cumprir nos novos céus e nova terra. 2 Ped. 3:13.
Dentro da faixa de terra havia um setor quadrado 13 km de cada lado, chamado de contribuição, que por sua vez estava dividido em três setores: O setor setentrional era designado aos levitas não-sacerdotais, o setor do meio continha o santuário de Jeová e o setor mais meridional continha a cidade, (cidade chamada “O Próprio Jeová Está Ali).

O governante da administração da cidade evidentemente era “o maioral”. É digno de nota que, na visão, a cidade estava separada do templo, ou santuário. Além disso, “o maioral” não era sacerdote, Portanto, no cumprimento da visão de Ezequiel, a cidade da visão evidentemente não retrata o governo celestial de Jesus Cristo, e dos seus reis e sacerdotes associados. Em vez disso retrata uma sede de administração terrestre, visível, sob a direção do Reino celestial. De modo correspondente, “o maioral” retrataria os designados como representantes ‘principescos’, visíveis, do governo celestial. — Sal 45:16; Is 32:1, 2.

CONCLUSÃO
Será um grande prazer receber os antepassados de Jesus ressuscitados no REINO MILENAR, aqui no paraíso terreste em cumprimento das profecias bíblia. Com cereza faremos de tudo para bem acomodá-los de uma maneira digna que merecem. PARA ISTO TODOS BETEIS DO MUNDO INTEIRO SERÁ A MORADIA DELES.

MATÉRIAS ADICIONAIS






ORGANIZAÇÃO DE JEOVÁ - ORGANOGRAMA
Voltar para o conteúdo